COVID-19 | Estado de SP anuncia calendário de vacinação até agosto; confira

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 26 de Maio de 2021 às 20h40
Hakan Nural / Unsplash

Nesta quarta (26), o governo do Estado de São Paulo anunciou os novos passos de sua campanha de vacinação contra a COVID-19: as pessoas de 45 a 54 anos e sem comorbidades devem tomar o imunizante até o final de agosto. Além disso, funcionários de aeroportos serão vacinados a partir da próxima sexta-feira (28). 

Já se tinha conhecimento de que profissionais da educação também teriam prioridade na vacinação, com os profissionais de 18 a 46 anos destinados à vacinação até julho, tal como pessoas sem comorbidades com idades entre 55 e 59 anos. Enquanto isso, o governo também anunciou uma extensão da vacinação de pessoas com comorbidades, para a faixa etária de 40 a 44 anos. Confira o calendário anunciado pelo governo de São Paulo:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

  • 28 de maio: Pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente (beneficiários do BPC) de 40 a 44 anos
  • 28 de maio: Aeroviários de Guarulhos, Congonhas e Viracopos
  • 1º de junho: Portuários
  • Entre 1º de julho e 21 de julho: Pessoas sem comorbidades de 55 a 59 anos (Data exata de início ainda indefinida)
  • De 21 a 31 de julho: Profissionais da educação de 18 a 46 anos
  • De 2 a 16 de agosto: Pessoas de 50 a 54 anos sem comorbidades
  • De 17 a 31 de agosto: Pessoas de 45 a 49 anos sem comorbidades

No caso da imunização dos profissionais da educação, aqueles com mais de 47 anos já estão recebendo a vacina desde 9 de abril.

Já no que diz respeito às comorbidades, os critérios seguem o que foi definido pelo Ministério da Saúde, abordando as seguintes doenças: Insuficiência cardíaca; Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar; Cardiopatia hipertensiva; Síndrome coronariana; Valvopatias; Miocardiopatias e pericardopatias; Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas; Arritmias cardíacas; Cardiopatias congênitas no adulto; Próteses valvares e dispositivos cardíaco implantados; Diabetes mellitus; Pneumopatias crônicas graves; Hipertensão arterial resistente; Hipertensão artéria estágio 3; Hipertensão artéria estágio 1 e 2 com lesão e órgão alvo; Doença cerebrovascular; Doença renal crônica; Imunossuprimidos (inclui câncer); Anemia falciforme; Obesidade mórbida; Cirrose hepática; Portadores do vírus HIV.
 

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.