COVID-19 | Bebê já nasce com anticorpos contra o coronavírus na Espanha; entenda

Por Fidel Forato | 27 de Outubro de 2020 às 16h15
Carlo Navarro/Unsplash

Não é segredo que pesquisadores e médicos ainda aprendem diariamente sobre o novo coronavírus (SARS-CoV-2). Na pandemia da COVID-19, também há alguns eventos raros como casos de reinfecção e bebês que nascem com anticorpos contra esse agente infecioso. Na última sexta-feira (23), mais um bebê nasceu com essa condição na cidade de Huesca, na Espanha, segundo autoridades locais.

A mãe do bebê deu entrada no Hospital San Jorge, em Huesca, enquanto estava contaminada com o coronavírus. Sabendo desse quadro, a equipe médica do hospital realizou um exame do tipo RT-PCR no bebê momentos depois do nascimento, quando o teste deu positivo para a infecção. Em um segundo exame com o mesmo tipo de teste, o resultado foi negativo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

No entanto, um teste sorológico no bebê identificou, em definitivo, a presença de anticorpos contra o coronavírus no organismo da criança. Dessa forma, o bebê já teria nascido com anticorpos para a COVID-19. A informação foi confirmada por autoridades de saúde locais, segundo a agência de notícias espanholas EFE.

Na Espanha, hospital identificou que bebê já teria nascido com anticorpos contra a COVID-19 (Imagem: Reprodução/ Sharon McCutcheon/ Unsplash)

Por enquanto nenhum estudo detalhou o caso espanhol, mas uma das hipóteses é de que a transmissão do coronavírus tenha ocorrido através da placenta. Durante a gestação, é a placenta que conecta o corpo da mãe e ao do feto, facilitando a troca de nutrientes e também sustenta a gravidez.

Bebês com anticorpos contra o coronavírus?

Até agora, esse caso do bebê espanhol é um dos poucos casos no mundo em que foi registrado um recém-nascido com anticorpos para o coronavírus. Outros casos também foram relatados na França e na China, mas ainda são em números bastante restritos e a questão do contágio não é consenso entre os pesquisadores.

Em orientações oficias sobre o coronavírus e os riscos na maternidade, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma: "Ainda não sabemos se uma mulher grávida com COVID-19 pode transmitir o vírus ao feto ou bebê durante a gravidez ou parto. Até o momento, o vírus ativo não foi encontrado em amostras de fluido ao redor do bebê no útero ou no leite materno". No entanto, a OMS não se posiciona quanto a presença de anticorpos no recém-nascido.

Por outro lado, um estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade Paris-Saclay, na França, e publicado em julho deste ano investigou um caso de transmissão do coronavírus de uma mãe para seu filho através da placenta, durante a gestação. De acordo com os autores, "nós relatamos um caso comprovado de transmissão transplacentária de SARS-CoV-2 de uma mulher grávida afetada pela COVID-19 durante o final da gravidez". Este é provavelmente um caso semelhante ao do bebê espanhol.

Para acessar o estudo francês, publicado na revista Nature, clique aqui.

Fonte: Agência EFE, Business Insider e OMS  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.