Coronavírus: postos de saúde do SUS deverão oferecer teleconsultas em maio

Por Fidel Forato | 24 de Abril de 2020 às 17h24
Secretária de Saúde MG

Para atender as demandas interrompidas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) e proteger os portadores de doenças crônicas, o Ministério da saúde anunciou, hoje (24), que pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) poderão ter consultas virtuais, em projeto chamado de Consultório Virtual, que investe em soluções de telemedicina e telessaúde

A partir de maio, esse atendimento online, até então inédito, focará na atenção primária à saúde, que é aquela que atua nos primeiros sinais de uma doença e até mesmo na prevenção. Através dessa iniciativa, os profissionais de saúde terão acesso à plataforma para realização de consultas virtuais médicas e também de enfermagem.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em maio, SUS deve disponibilizar teleconsultas, principalmente, para pacientes crônicos se preservarem contra a COVID-19 (Imagem: Getty Images) 

Por enquanto, a primeira versão da plataforma estará inicialmente disponível para os médicos, com expansão para os enfermeiros e equipe multiprofissional na segunda quinzena de maio.

Ação contra a COVID-19

O lançamento está associado à crise enfrentada em decorrência da COVID-19, onde se deve evitar, sempre que possível, risco de exposição da população e dos profissionais de saúde ao novo coronavírus. O Consultório Virtual servirá, então, para que os profissionais de saúde possam atender via teleconsultas e auxiliar pacientes com hipertensão e diabetes, por exemplo.

Nesse primeiro momento, cerca de 20 mil médicos e enfermeiros que atuam nas unidades de Saúde da Família de todo o país devem receber acesso e treinamento para o uso do sistema. Além disso, os profissionais que aderirem ao programa receberão, gratuitamente, certificação para a prática de telemedicina e telessaúde.

Como vai funcionar?

A plataforma permitirá aos médicos que registrem uma consulta a distância, além de emitirem atestados e receitas. Os profissionais que quiserem participar do programa receberão um treinamento especial para uso da plataforma e um certificado digital ICP-Brasil. Este será necessário para realizar os atendimentos e também emitir os documentos necessários (atestados e receitas médicas digitais)

O cidadão poderá solicitar o atendimento por demanda espontânea ou programada, fazendo uma solicitação de agendamento de consulta a distância para a equipe de saúde normalmente responsável por seu atendimento. Nesse modelo, a teleconsulta pode acontecer pelo canal em que o paciente tenha mais afinidade, podendo escolher entre o telefone e a videoconferência.

É importante ressaltar também que a escolha pelo tipo de modalidade de atendimento deve ser condicionada de acordo à situação clínica do paciente, sendo que a decisão final sempre cabe ao profissional. Ao final do atendimento, o paciente receberá no seu e-mail uma espécie de resumo da consulta junto a uma pesquisa de satisfação para metrificar a sua consulta.

Histórico

A plataforma do Consultório Virtual é mais uma ação entre os serviços do TeleSUS. A população já conta com atendimento pré-clínico por telefone, chat on-line e aplicativo, sendo possível ser acompanhada e monitorada de forma remota nos casos suspeitos de COVID-19. Para os profissionais de saúde está disponível um canal telefônico para tirarem dúvidas com outros profissionais e esclarecerem diagnósticos.

O Consultório Virtual é uma parceria entre a Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS) com o Hospital Albert Einstein, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS) e o valor previsto para execução é de R$ 4,023 milhões.

Vale lembrar que a telemedicina só foi regulamentada no Brasil de forma temporária. O modelo de atendimento deve vigorar até o final da crise de saúde pública, como anunciado.

Fonte: Ministério da Saúde

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.