Como ler letra de médico? | 5 soluções digitais que podem ajudar

Como ler letra de médico? | 5 soluções digitais que podem ajudar

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 31 de Maio de 2022 às 13h20
ckstockphoto/envato

Ler letra de médico pode não ser uma tarefa fácil, embora entender uma receita médica seja de suma importância. Felizmente, existem algumas soluções digitais que podem ajudar a solucionar essa questão, sem deixar essa missão necessariamente nas mãos do farmacêutico.

A incapacidade de ler letra de médico é séria: a Lei Federal nº 5.991 prevê que só será aviada a receita que estiver escrita de modo legível, então isso pode gerar punição ao profissional. Segundo o Conselho Regional de Farmácia do Paraná, "todos os dados da prescrição deverão estar preenchidos corretamente pelo profissional, pois as farmácias não estão autorizadas a aviar receitas incompletas".

Como ler letra de médico

De qualquer maneira, os farmacêuticos costumam ter muito mais facilidade para decifrar as prescrições por conta do conhecimento sobre os medicamentos, além de considerar sintomas e diagnósticos informados pelo paciente para interpretar as orientações. Para compreender com mais facilidade a caligrafia, pode ser útil atentar-se à ordem das informações. Normalmente, uma prescrição conta com:

  • Cabeçalho (nome, endereço, telefone, instituição e número de cadastro do profissional, geralmente impresso no receituário)
  • Superinscrição (nome e endereço do paciente, seguido pela forma “uso interno” ou “uso externo”)
  • Inscrição (nome do fármaco, se é comprimido, solução, pomada e sua concentração)
  • Subinscrição (quantidade a ser fornecida)
  • Transcrição (as orientações para o paciente)
  • Data, assinatura e carimbo

Se ainda assim, não conseguir identificar, vale solicitar a ajuda de um profissional de saúde. Os especialistas recomendam não se automedicar em hipótese alguma.

Netfarma Acha

Com essa questão em pauta, várias soluções digitais começaram a surgir, como é o caso de Netfarma Acha, um aplicativo destinado a identificar e traduzir os termos que estão na receita médica. Com o envio de uma foto da receita, uma equipe traduz o nome e posologia da prescrição, então pode levar algumas horas até que retornem com um resultado.

O app esteve em vigor desde 2015, mas está passando por um hiato que acompanha a identidade da própria Netfarma e seu site oficial, previstos para relançamento em 30 de setembro. A ideia, futuramente, é que essa análise e tradução seja feita de maneira automática.

Amazon Transcribe Medical

Desde 2019, a Amazon vem refinando uma inteligência artificial que promete acabar com os problemas causados pela "letra de médico". A ideia é reconhecer a voz do médico e converter em texto. Para isso, a tecnologia conta com machine learning e tem sido alimentada com um banco de dados cheio de termos técnicos da área da medicina (como remédios e doenças) e determinados procedimentos.

Além de consultas, a inteligência artificial do Amazon Transcribe Medical também captura chamadas telefônicas e pode até legendar consultas de telessaúde.

MedSimples

A ferramenta MedSimples funciona de maneira similar ao Google Tradutor: o usuário seleciona um fragmento de um texto encontrado na internet ou escrito por ele mesmo, insere na caixa indicada, escolhe o tema a que o trecho se refere e a ferramenta simplifica o termo médico para que fique mais fácil de compreender.

A ferramenta ainda leva em consideração o público, de acordo com a escolaridade. O Canaltech já conversou com as pesquisadoras da UFRGS criadoras do projeto, em uma edição do Latin America Research Awards (LARA).

Memed

As prescrições digitais estão chegando justamente para romper essa barreira entre o médico e o paciente. Existem diversos aplicativos destinados à realização dessas receitas, e um deles é o Memed, com o qual os médicos podem emitir receitas digitais diretamente por meio dos seus smartphones e tablets, e ainda enviam a prescrição por SMS ao paciente em questão.

Pulsares

Além da dificuldade em entender letra de médico, muitas pessoas não compreendem os termos complicados que acompanham as prescrições. Foi com isso em mente que o médico Rogério Malveira Barreto desenvolveu a plataforma Pulsares, que ajuda profissionais da saúde na prescrição de receitas ilustradas e muito mais fáceis de se compreender.

A plataforma troca termos como "uso contínuo" por "tomar todos os dias", por exemplo. Na plataforma, o médico também disponibiliza cursos e projetos voltados para a comunicação acessível.

Fonte: Com informações de Conselho Regional de Farmácia do Paraná, UFRGS, Morsch Telemedicina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.