Publicidade

Alucinógenos tratam sintomas de depressão e ansiedade em pacientes com câncer

Por| Editado por Luciana Zaramela | 18 de Abril de 2023 às 12h24

Link copiado!

Simol1407/Envato
Simol1407/Envato

Em 13 de março, um estudo publicado na revista científica American Journal of Clinical Oncology apresentou alucinógenos (como psilocibina, LSD e MDMA) como uma alternativa para tratar sintomas de ansiedade e depressão em pacientes com câncer avançado, com direito a uma eficácia maior do que os antidepressivos que costumam ser prescritos.

O grupo descobriu que as substâncias em questão reduziram os índices de depressão (medidos através de uma escala chamada Inventário de Depressão de Beck em seis pontos. Nessa escala, a pontuação abaixo de 10 indica mínima ou nenhuma depressão, e acima de 30 indica depressão maior.

Esses alucinógenos também reduziram os escores de ansiedade medidos pelo Inventário de Ansiedade de State-Trait em cerca de sete a oito pontos. Nesse caso, uma pontuação de 20 a 37 indica nenhuma ou mínima ansiedade e uma pontuação de 45 a 80 indica alta ansiedade.

Continua após a publicidade

O trabalho consistiu na análise de diversos estudos anteriores. Um deles reuniu informações de 51 pacientes com câncer e apontou que 60% dos expostos a uma alta dose de psilocibina tiveram um controle da depressão, enquanto 52% desse público controlou melhor a ansiedade.

Por que alucinógenos ajudaram pacientes com câncer?

A equipe acredita que as sessões com alucinógenos podem ter uma vantagem sobre os antidepressivos tradicionais prescritos para pacientes com depressão ou ansiedade relacionada ao câncer porque podem ajudá-los a lidar com o trauma.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Em alguns estudos, os próprios pacientes afirmaram que as sessões com essas substâncias ajudaram a processar os sentimentos intensos que estavam reprimindo e levaram à aceitação dessas emoções, diminuindo seus sentimentos de isolamento.

Embora esses resultados sejam promissores, há limitações nas pesquisas. O grupo em si reconhece que mais estudos sobre a eficácia dos alucinógenos para tratar a ansiedade e a depressão em pacientes com câncer são necessários.

Fonte: American Journal of Clinical Oncology via The Conversation