TikTok fecha parceria com Streamlabs para implementar ferramentas para lives

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 08 de Maio de 2021 às 10h00
Alveni Lisboa/Canaltech

Quem é frequentador da Twitch já deve ter ouvido falar da Streamlabs alguma vez na vida. A companhia oferece alguns dos softwares para transmissões ao vivo mais úteis e populares da internet, com integração possibilidade de transmissão também para o Facebook e YouTube.

Agora, a ferramenta também vai usar o recém-anunciado Login Kit do TikTok para oferecer suporte à rede social. Isso significa que os vídeos poderão ser transmitidos também para o perfil, o que deve incentivar a realização de lives. O OBS, um dos apps mais populares da Streamlabs, está disponível para Mac, Windows e celulares — o que também oferta mais versatilidade na transmissão.

O OBS é o mais popular app para reprodução de lives e agora terá compatibilidade com o TikTok (Imagem: Divulgação/Streamlabs)

Outra novidade que chega é a possibilidade de usar ferramentas de arrecadação de dinheiro, como gorjetas e doações para causas específicas. Dá até para habilitar mensagens personalizadas ou destacadas a partir destas doações, o que incentiva o usuário a usar o recurso para fazer com que o streamer leia seu comentário.

Provavelmente, todos os widgets da Streamlabs devem funcionar também no TikTok e isso abre novos rumos para quem é popular por lá. Uma das possibilidades é a criação de uma loja com produtos personalizado ou para venda de equipamentos no estilo “afiliados”, com a retenção de uma porcentagem do lucro para o criador de conteúdo.

A ferramenta também conta com contador de visualizações, créditos no final de stream, tela inicial, ferramentas para sorteio, banner de patrocinadores e possibilidade de estabelecer metas de arrecadação mensal.

Os banners personalizados ajudam a fortalecer parcerias entre criadores de conteúdo e marcas (Imagem: Reprodução/Streamlabs)

Vídeos curtos x transmissões longas

Embora o TIkTok seja marcado por ser uma rede de vídeos curtos, a plataforma já deu demonstrações de que tem boa aceitação com transmissões ao vivo. Exemplo recente foi a transmissão dos jogos da Copa do Nordeste, que obteve picos de audiência e fez com que muita gente ficasse vidrada na telinha do celular.

A empresa até criou uma premiação específica para incentivar os times e os criadores de conteúdo a interagir com as transmissões: o Prêmio Lampião de Ouro. O objetivo era incentivar a criatividade, autenticidade e, claro, o desempenho em três categorias: "Comemoração Porreta", "ADM + massa" e "Cabra Revelação".

Lives da Copa do Nordeste podiam ser assistidas em tela cheia no TikTok (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Com uma base de usuários mais ampla, alguns streamers de plataformas mais nichadas, como a Twitch, podem resolver experimentar novos horizontes no TikTok, afinal o público predominante também é jovem. Já aqueles que nunca se aventuraram neste ramo, mas são tiktokers populares, talvez queiram checar como é a experiência de trocar ideias "cara a cara" com seus seguidores.

No fim das contas, as transmissões dentro do TikTok são uma forma inteligente de prender o usuário por mais tempo dentro da sua plataforma. Isso gera mais interesse dos anunciantes e faz com que o lucro da empresa cresça — tudo isso sem perder a essência que tornou a rede famosa.

Será que as pessoas vão “streamar” no TIkTok? Ou o pessoal ainda vai preferir manter o foco nos vídeos curtos? Opine e debata sobre este tema nos comentários abaixo.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.