Snapchat limita sugestões de perfis adolescentes em recurso de adicionar amigos

Snapchat limita sugestões de perfis adolescentes em recurso de adicionar amigos

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 19 de Janeiro de 2022 às 11h01
rswebsols/Unsplash

O Snapchat fará alterações no algoritmo de recomendação de amigos para oferecer maior segurança aos usuários do aplicativo. Com o crescente aumento na preocupação com adolescentes, a rede social vai dificultar que adultos estranhos localizem jovens pelo recurso "Adicionar Rápido".

O app deixará de mostrar contas de pessoas entre 13 e 17 anos no "Adicionar Rápido" (Quick Add, em inglês), a menos que ambos tenham uma certa quantidade de amigos em comum. Na avaliação da Snap, embora a mudança não impeça adultos e adolescentes de se conectarem, pode dificultar que desconhecidos, pedófilos ou abusadores forcem amizade com jovens.

A função "Adicionar Rápido" será limitada no caso de adolescentes (Imagem: Felipe Freitas/Canaltech)

A empresa disse que isso é parte de um trabalho para combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. A preocupação com essas pessoas mais vulneráveis é uma constante em quase todas as redes sociais, mas é mais latente em locais que reúnem público muito jovem, como o Snapchat, o Instagram e o TikTok.

Nos últimos meses, houve aumento nos relatos de abordagem de traficantes de drogas aos adolescentes pela plataforma — inclusive com casos de overdose. Nos Estados Unidos, a pressão foi grande para que a Snap tomasse medidas efetivas para manter os criminosos fora do app, mas esta é uma missão nada fácil.

O Snapchat teria recebido aprimoramento no sistema de inteligência artificial para detectar proativamente conteúdos relacionados às drogas, com uma média de 88% de efetividade. O aumento na detecção teria crescido 390% de outubro para cá. A companhia garante que sua equipe passou a trabalhar mais próximo das autoridades e "melhorou significativamente" o tempo de resposta às demandas legais.

Além das ferramentas, o Snaptchat investiu em campanhas de conscientização e prevenção ao consumo de drogas (Imagem: Reprodução/Snap)

Ferramentas de proteção dos adolescentes no Snapchat

Outra iniciativa da plataforma seria a introdução de novos recursos de controle dos pais, o que facilitaria para os responsáveis monitorar a atividade das crianças no aplicativo. Embora ainda não tenham sido lançadas, as atualizações podem chegar ainda no primeiro semestre de 2022.

A ideia pode ser inspirada nos mecanismos integrados pelo TikTok no ano passado, que também passou pelo mesmo escrutínio público por medidas de proteção. A rede social dos vídeos curtos precisou lidar com a forte pressão das autoridades de segurança e com as críticas quanto à política permissiva, fato que obrigou a introdução de vários mecanismos de proteção aos menores de 18 anos.

Fonte: Snap

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.