Instagram para crianças enfrenta resistência de autoridades nos EUA

Instagram para crianças enfrenta resistência de autoridades nos EUA

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 10 de Maio de 2021 às 18h05
twenty20photos/envato

Em março deste ano, o Instagram anunciou que trabalha em uma versão para crianças da rede social. Embora tenha como princípio criar um lugar para interação entre os pequenos, a ideia se tornou alvo de autoridades e ativistas de diversas partes — agora, também da Associação Nacional de Procuradores-Gerais (NAAG), dos Estados Unidos.

A carta redigida com motivos para “não lançar o Instagram para crianças” foi endereçada para o próprio Mark Zuckerberg, representando a posição de procuradores de mais de 40 estados dos EUA. “Pesquisas mostram constantemente que redes sociais podem ser nocivas para o bem-estar físico, emocional e mental de crianças”, diz o texto.

“Na última década, o crescimento do número de jovens com distúrbios mentais ou sob tratamento cresceu em paralelo com a popularização do uso de smartphones e redes sociais por crianças e adolescentes”, prossegue a carta citando estudo publicado na revista científica Canadian Medical Association Journal (CMAJ).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A criação precoce dessa relação de compulsividade e aprovação alheia também é uma das razões contrárias à existência do Instagram Kids. Para o grupo, o acesso pode ser “prejudicial para crianças por inúmeras razões e porque o Facebook falhou anteriormente na proteção do bem-estar das crianças em sua plataforma”.

Infância e redes sociais

“Não apenas a rede social pode ser uma ferramenta de influência potencialmente prejudicial para crianças sem idade apropriada, como também poderia colocá-las como alvo fácil para criminosos”, pontuou a líder da associação e procuradora de Nova York, Letitia James.

“Existem muitas preocupações relacionados ao avanço dessa ideia mal concebida do Facebook, e é por isso que pedimos à empresa que desista do lançamento do Instagram Kids. Devemos continuar assegurando a saúde e bem-estar da próxima geração e além”, pontua a procuradora.

Um dos argumentos da associação está na falta de maturidade dos pequenos para encarar questões mais complexas, como conceitos relacionados a privacidade — algo latente dentro do Instagram. Cyberbullying também seria outro problema em potencial, principalmente devido à desconfiança do grupo de procuradores nos meios de moderação do Facebook.

Essa carta é somada aos esforços de entidades internacionais contra a plataforma infantil, reforçando especialmente o texto da Campaign Commercial-Free Childhood, situada em Boston, mas que representa grupos de todo o mundo. Em sua posição, a coalizão internacional pontuou que o app não teria meios eficientes para impedir a entrada de usuários menores de 13 anos na rede social convencional — e essa fraqueza abriria espaço para pedófilos na versão alternativa.

O que é o Instagram Kids?

A novidade foi anunciada em março, pelo vice-presidente de produto do Instagram Vishal Shah. Inspirado na solução infantil do Messenger Kids, o Instagram teria a sua própria versão amigável para crianças, “um novo pilar da juventude” focado na construção de um ambiente integro e privado, a fim de “garantir a experiência mais segura possível para os adolescentes”.

Na época, um porta-voz da companhia comentou que um dos maiores motivadores para a criação do aplicativo era a introdução de crianças cada vez mais novas ao mundo digital. “No momento, não há muitas opções para os pais, então estamos trabalhando na construção de produtos adicionais — como fizemos com o Messenger Kids”, explicou.

Não há informações concretas de como seria a rede social para crianças. Contudo, se o Messenger Kids for usado como inspiração, dá para esperar ferramentas de controle parental avançadas, perfis amplamente supervisionados pelos pais, conteúdo filtrado e meios de contato limitados.

O líder da divisão do Instagram dentro Facebook, Adam Mosseri, tomaria conta do projeto ao lado do vice-presidente do Facebook Pavni Diwanji. O Instagram Kids não tem data para lançamento, mas era inicialmente esperado para o primeiro semestre de 2021.

Fonte: NAAG, Android Central

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.