Instagram trabalha em versão para crianças em rede parecida com Facebook Kids

Por Ramon de Souza | 18 de Março de 2021 às 23h40
StockSnap/Pixabay

As regras do Instagram são bem rígidas: menores de 13 anos não podem utilizar a rede social. Não faltam motivos para tal política — a rede social está repleta de conteúdos úteis, mas também pode ser um ambiente bastante tóxico. Uma pesquisa efetuada em 2017 concluiu que o aplicativo é “o pior lugar da internet” para a saúde mental de jovens internautas, uma vez que as práticas de bullying e assédio são corriqueiras. Aparentemente, a companhia está prestes a solucionar esse problema.

O BuzzFeed News afirma ter obtido acesso a uma nota interna do Instagram que aponta para uma suposta versão “Kids” da rede social. “Tenho o prazer de anunciar que, dando prosseguimento ao nosso futuro, identificamos o trabalho com jovens como uma prioridade para o Instagram e o adicionamos à nossa lista de prioridades para o H1”, teria escrito Vishal Shah, vice-presidente de produto. O termo “H1”, no caso, refere-se ao primeiro semestre deste ano.

A nota prossegue: “Estaremos construindo um novo pilar da juventude dentro do Grupo de Produto da Comunidade para focar em duas coisas: (a) acelerar nosso trabalho de integridade e privacidade para garantir a experiência mais segura possível para os adolescentes, e (b) construir uma versão do Instagram que permita às pessoas abaixo dos 13 anos usarem o Instagram com segurança pela primeira vez”. Vale lembrar que o Facebook já conta com o Messenger Kids, focado em menores de 13 anos.

À CNET, um porta-voz da companhia de Mark Zuckerberg afirmou: “Cada vez mais as crianças estão perguntando aos pais se podem usar apps que os ajudem a manter contato com os amigos. No momento não há muitas opções para os pais, então estamos trabalhando na construção de produtos adicionais — como fizemos com o Messenger Kids — que sejam adequados para crianças, gerenciados pelos pais. Estamos explorando trazer uma experiência controlada pelos pais para o Instagram para ajudar as crianças a acompanhar seus amigos, descobrir novos hobbies e interesses e muito mais”.

Ainda de acordo com o BuzzFeed, o projeto seria supervisionado por Adam Mosseri, “chefão” do Instagram, e gerenciado Pavni Diwanji, vice-presidente do Facebook. Diwanji possui um histórico respeitável de trabalho em produtos focados no público infantil, tendo auxiliado, inclusive, a criar o YouTube Kids.

Fonte: BuzzFeed News (via CNET)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.