Instagram estaria trabalhando em salas de áudio para concorrer com Clubhouse

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 08 de Março de 2021 às 14h40
Alexander Shatov/Unsplash

O Instagram pode estar desenvolvendo uma funcionalidade que permite a criação de salas de áudio para troca de conversas entre usuários. O objetivo é trazer as interações baseadas em voz para a rede social de forma exitosa, como tem feito o Clubhouse.

A informação foi obtida pelo desenvolvedor Android e leaker Alessandro Paluzzi e divulgada em seu perfil no Twitter. As capturas de tela compartilhadas mostram um recurso similar ao “Salas Ao Vivo”, que foi lançado no Brasil na semana passada, porém com enfoque para conversas de áudio. Um usuário abriria a live e poderia convidar outros para se juntar ao papo em tempo real. Sairia de cena a câmera e entraria em foco o microfone dos dispositivos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Uma das principais vantagens do Instagram sobre os concorrentes seria a implantação de criptografia ponta a ponta nos chats de voz — algo que hoje só existe no WhatsApp. Isso traria um adicional importante de segurança para os bate-papos por áudio, evitando o acesso não-autorizado, o que pode ser importante para quem deseja usar a rede social tratar de questões mais sensíveis ou no mundo corporativo, por exemplo.

Além disso, diferentemente do Clubhouse, que exige convites e é limitado apenas a usuários do iOS, o Instagram está disponível para praticamente todos os sistemas operacionais, incluindo Windows e Mac. Isso faria com que o público alcançado pelo Instagram fosse bem maior do que o concorrente.

(Imagem: Reprodução/Alessandro Paluzzi)

No final de fevereiro, o Clubhouse admitiu ter havido vazamento de áudios de salas privadas para fora da rede social. Isso acendeu o sinal amarelo em diversos usuários, que passaram a ver a segurança da rede como falha, o que poderia afetar o uso da plataforma. Um indivíduo teria percebido que era possível frequentar vários bate-papos ao mesmo tempo e conseguiu criar um sistema para extrair as mensagens para sua página, que fez a retransmissão do conteúdo.

Concorrentes se armam para conter o Clubhouse

O Facebook, dono do Instagram, já está trabalhando em uma solução que também permita o compartilhamento de áudios em salas específicas. A rede social começou a unificar os chats do Instagram e do Messenger no ano passado, permitindo ao usuário usar apenas um app para acessar as conversas de ambos. A ideia é que o WhatsApp também seja incorporado em breve a isto, criando uma imensa plataforma de bate-papo com criptografia integrada.

O Twitter é outra plataforma que busca adentrar neste mercado A rede do passarinho azul estava realizando testes com o Spaces e liberou a funcionalidade na semana passada. Qualquer pessoa com um perfil no Twitter poderá ter acesso às salas de conversa por áudio de duas maneiras: um link compartilhado por tweets e mensagens diretas ou pela barra dos Fleets, quando tiver um contato com o círculo roxo em volta da foto.

(Imagem: Reprodução/ Android Police)

O TikTok também vê com atenção os chats por áudio. A ByteDance, criadora e controladora da rede, estaria desenvolvendo um aplicativo focado no mercado chinês — pelo menos inicialmente. A ideia é experimentar a novidade por lá e, se fizer sucesso, expandir para o restante do mundo. Somente no último mês, o mercado chinês foi invadido por dezenas de apps que permitem conversas por áudio, principalmente após o Clubhouse ser bloqueado por lá.

Por se tratar de um suposto vazamento, o Instagram não comenta a informação. Não há qualquer anúncio oficial por parte rede nem uma expectativa de quando a funcionalidade poderia ser disponibilizada ao público.

Será que a ferramenta do Instagram será capaz de derrubar a hegemonia do Clubhouse? Compartilhe conosco a experiência dos chats em áudio.

Fonte: Alessandro Paluzzi  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.