SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Elon Musk anuncia que acabou com selo "Oficial" lançado hoje (9) no Twitter

Por| 09 de Novembro de 2022 às 14h06

Link copiado!

Divulgação/Twitter
Divulgação/Twitter
Tudo sobre Twitter

O bilionário e atual proprietário do Twitter Elon Musk anunciou nesta quarta (9) que o recém-anunciado selo "Oficial", espécie de "verificado do verificado", não existe mais. Em resposta ao youtuber Marques Brownlee, Musk escreveu que "matou" com o recurso que começou a aparecer hoje mesmo em perfis verificados considerados relevantes, como veículos de imprensa, oficiais de governos, celebridades e jornalistas.

Continua após a publicidade

Na rede social, o dono do Twitter escreveu "acabei matá-lo" ao responder a uma postagem de Brownlee na qual ele comentava o sumiço do selo "Oficial" que apareceu no perfil de alguns verificados na plataforma nesta quarta-feira. Na sequência, Musk escreveu também que "o verificador azul será o grande nivelador", indicando que o tradicional selo de verificado será mantido como a principal forma de identificar perfis revelantes na plataforma. Porém, o CEO da Tesla não deu qualquer explicação de como isso se diferenciará do já anunciado selo de verificado oferecido a qualquer assinante do Twitter Blue.

Verificado do verificado?

Anunciado mais cedo nesta quarta (9), o selo "Oficial" do Twitter foi apresentado como uma forma de diferenciar os verificados "comuns", ou seja, aqueles que pagaram para ter o selo, dos verificados "legítimos", ou seja, perfis de alguma forma relevantes e que por ventura "mereçam" a verificação por conta disso — neste ponto se enquadrariam veículos de comunicação, influenciadores, pessoal de mídia, perfis de marcas e de governos, por exemplo.

Continua após a publicidade

Anteriormente, Elon Musk havia informado que nem todos os atuais verificados (que receberam o selo antes da possibilidade de comprá-lo junto da assinatura do Twitter Blue) receberiam o selo "Oficial", o que de fato aconteceu — o perfil do Canaltech no Twitter, por exemplo, não recebeu tal marcação, apesar de ser verificado, enquanto o perfil do jornal Folha de S.Paulo recebeu.

Agora, com o mais recente anúncio feito no melhor estilo "freestyle" do bilionário dono da rede social, tudo segue incerto: será que o selo de verificado ainda constará na lista de benefício dos assinantes? Haverá uma diferenciação no selo de verificação de quem pagar e de quem obteve a marca "por mérito"? Só o tempo dirá.