Como usar o Pix do Banco do Brasil no WhatsApp

Como usar o Pix do Banco do Brasil no WhatsApp

Por Matheus Bigogno Costa | 04 de Dezembro de 2020 às 10h30
Matheus Bigogno/Canaltech

O Pix já está disponível e pode ser utilizado pelos correntistas de diversos bancos e instituições financeiras do país. O novo serviço de pagamentos do Banco Central foi implementado para facilitar a vida das pessoas, permitindo transferências e pagamentos entre diferentes bancos a qualquer momento durante todos os dias da semana.

Além do aplicativo do Banco do Brasil, aqueles que usam o Pix já podem fazer as transações diretamente no WhatsApp, através do asisstente virtual, que permite cadastrar quatro tipos de chaves, transferir e receber pagamentos.

Todas as ações devem ser devidamente autorizadas com a senha de seis dígitos em uma página da web, fora do ambiente do mensageiro. Confira abaixo como usar o Pix do Banco do Brasil através do WhatsApp!

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Como usar o Pix no Banco do Brasil pelo WhatsApp

Como cadastrar uma chave do Pix pelo WhatsApp

Passo 1: adicione o número (061) 4004-0001 aos seus contatos do telefone, abra o WhatsApp e inicie uma conversa com o assistente virtual. Para cadastrar uma chave, envie a mensagem “Cadastrar chave”, informe sua agência e o número da conta.

Adicione o número do Banco do Brasil no WhatsApp e inicie uma conversa com ele (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 2: talvez seja necessário cadastrar o seu celular para realizar transações do Banco do Brasil pelo WhatsApp. Envie “Sim”, depois o código que você recebeu para efetuar a liberação e informe a senha de oito dígitos no link que você receber.

Cadastre o seu celular para realizar transações pelo WjatsApp (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 3: confirme a conta que você quer fazer a solicitação e selecione qual tipo de chave quer cadastrar, podendo ter até cinco associadas à mesma conta.

Selecione a conta corrente e a natureza da chave do Pix (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 4: siga os passos extras exigidos pelo assistente e, ao finalizar, clique no link enviado por ele, digite a senha de 6 dígitos para confirmar a sua chave.

Dê um apelido para a chave, clique no link e digite a senha de seis dígitos (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Como realizar uma transferência pelo Pix pelo WhatsApp

Passo 1: para realizar uma transferência com o Pix, abra novamente a conversa, envie o comando “Transferir/Enviar um Pix”. Envie em seguida a chave e depois o valor, mas lembre-se que pelo WhatsApp, o máximo permitido é R$ 300,00.

Inicie a conversa e envie a chave para quem você quer transferir (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 2: confirme se os dados da transferência estão corretos e responda “Sim” para poder confirmar. Em seguida, clique no link, digite a senha de seis dígitos para efetuar a transferência.

Digite o valor, confirme a ação e clique no link para finalizar a transação (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Como realizar uma cobrança com o Pix pelo WhatsApp

Passo 1: para realizar uma cobrança com o Pix, abra novamente a conversa e envie a mensagem “Receber pelo Pix”, selecione qual a chave você quer utilizar, o valor e uma descrição para a sua cobrança.

Inicie a conversa e selecione a chave pela qual você quer receber (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 2: responda se a cobrança será recorrente, e o assistente irá enviar um QR Code para que seja compartilhado.

Feito isso, envie o QR Code para a pessoa de quem você quer cobrar (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Importante: o código da cobrança irá expirar após 24 horas.

E, se você quiser utilizar o Pix através do app do Banco do Brasil, pode conferir nosso tutorial abaixo:

Pronto! Agora você pode utilizar os recursos do Pix do Banco do Brasil através do WhatsApp.

Este artigo não é um publieditorial. Tem caráter unicamente informativo e não isenta o leitor quanto ao dever de tomar conhecimento e compreender a integralidade dos termos de uso do serviço mencionado na matéria jornalística aqui publicada. O Canaltech não se responsabiliza pelas condições e alterações de uso dispostas por empresas, plataformas ou agentes externos, sendo certo que a utilização de serviços de terceiros por parte dos nossos leitores ocorre exclusivamente por sua conta e risco.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.