Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

X-Men ‘97 foi influenciada por esta grande saga dos anos 1990

Por| 11 de Maio de 2024 às 07h00

Link copiado!

Marvel Comics
Marvel Comics

A animação revival X-Men ‘97 trouxe de volta os fãs que tinham desanimado de produções conectadas ao Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês), com um misto de nostalgia e recontextualização em adaptações fiéis de boas tramas publicadas nas HQs da Marvel Comics nos anos 1990. E a saga que mais influenciou a série do Disney+ foi Atrações Fatais.

X-Men '97 conseguiu reinventar com sucesso alguns arcos clássicos de X-Men dos anos 1990 e recontextualizá-las para o público moderno. O final em três partes emprestou parte dos crossovers mutantes Operação: Tolerância Zero e, principalmente, Atrações Fatais.

Atrações Fatais foi um crossover que atravessou os títulos X-Factor (Vol. 1) #92, X-Force (Vol. 1) #25, Uncanny X-Men (Vol. 1) #304, X-Men (Vol. 2) #25, Wolverine (Vol. 2) #75 e Excalibur (Vol. 1) #71, todos publicados em 1993.

Continua após a publicidade

A saga marcou a segunda grande história de Magneto nos anos 1990, com repercussões que reverberaram em toda a linha X-Men e no Universo Marvel por vários anos, com ondulações sentidas até os dias de hoje.

Abaixo estão algumas razões pelas quais Atrações Fatais foi uma das melhores sagas dos X-Men nos anos 1990, o suficiente para inspirar X-Men ‘97.

Construção complexa e capas holográficas

Vale lembrar que, nessa época, os crossovers e grandes eventos envolvendo múltiplos personagens ainda eram novidade e começavam a se espalhar na Marvel Comics e na DC Comics, justamente em uma década que não ficou conhecida pelos melhores roteiros. E Atrações Fatais já começou se destacando por sua construção longa e complexa em relação a sagas anteriores.

Atrações Fatais apostou na evolução de Magneto como um vilão mais complexo e poderoso, com ideais mais convincentes para a época, incluindo sua trágica história de origem e sua tentativa de ser um “mocinho” depois de liderar os X-Men anteriormente. A saga reinventou-o como um antagonista menos caricato.

Com a chegada gradual do misterioso mutante Exodus, a trama provou que as motivações de Magneto conquistaram servos leais como os Acólitos, seguidores que acolheram Colossus. A traição de Peter Rasputin foi interessante porque fez sentido: depois de ser gravemente ferido na saga Massacre de Mutantes, o russo viu sua amada Kitty Pride e o melhor amigo Noturno debandarem para o grupo britânico Excalibur. E a gota d’água para trocar de time foi a morte de sua irmãzinha, Illyana.

Continua após a publicidade

Nessa época, a tecnologia e a globalização do mercado que antecipavam a chegada da Internet inspiraram um marketing mais agressivo, com artes de cards colecionáveis em capas de revistas que passaram a ser importadas em versões holográficas e em alto relevo.

Acontecimentos chocantes

Os anos 1990 foram marcados por violência extrema, sexualização dos personagens e mortes brutais de heróis clássicos, entre outros acontecimentos os quais Atrações Fatais também faz parte. O comportamento agressivo de Wolverine e as atitudes sugestivas de Vampira e Gambit, associados a poses e uniformes que destacavam atributos físicos, ajudaram a popularizar a saga.

E dois acontecimentos chocantes marcaram Atrações Fatais de forma inconfundível e consequências que ditaram os rumos dos X-Men e seus principais personagens nos anos seguintes — com algumas sequelas sentidas até hoje.

Continua após a publicidade

O primeiro foi Magneto arrancando adamantium, forma líquida, pelos poros da pele de Wolverine depois que o X-Man quase o fatiou. O baixinho canadense só sobreviveu porque Jean Grey manteve telecineticamente seu corpo unido. Nessa época, Logan estava começando a mostrar mais de seu misterioso passado, e foi assim que os fãs souberam que ele sempre teve garras, antes de ter seu esqueleto revestido pelo metal virtualmente indestrutível.

O segundo foi consequência do primeiro, pois o Professor X exibiu pela primeira vez uma clara atitude antiética com seus poderes ao lobotomizar Magneto depois de um acesso de fúria por vê-lo arrancando cruelmente o adamantium de Wolverine. Isso foi considerado o maior momento de fraqueza do então inabalável Charles Xavier. 

O primeiro resultou inicialmente em uma fase ruim de Wolverine, que depois se desenvolveu em um aprofundamento de seu passado — algo que os fãs pediam incessantemente. E o segundo teve como consequência o início da queda de Xavier à vilania atual, com parte de sua essência formando o monstro Massacre em uma saga posterior.

Continua após a publicidade

Como dá para notar, Atrações Fatais foi um divisor de águas por vários motivos para os Filhos do Átomo, e, por isso, a saga tem tanta importância até hoje, ao ponto de influenciar boa parte do sucesso de X-Men ‘97.