Publicidade

Star Wars torna ainda mais sombria a 1ª queda do jovem Anakin

Por| 17 de Maio de 2024 às 07h00

Link copiado!

Marvel Comics
Marvel Comics

Star Wars já vem revisando e ampliando o cânone da Saga Skywalker em revistas publicadas pela Marvel Comics há algumas temporadas, e, agora, aproveita uma edição especial comemorativa aos 25 anos de A Ameaça Fantasma para mudar o significado de uma importante parte do passado do jovem Anakin Skywalker. Essa alteração torna sua primeira queda para o Lado Sombrio ainda mais perturbadora.

Atenção para spoilers de Star Wars: The Phantom Menace 25th Anniversary Special!

Como os fãs bem sabem, o ódio de Anakin Skywalker pelos Incursores Tusken alimentou o massacre de seu povo na Trilogia Prequela da Saga Skywalker, especialmente porque foram eles os responsáveis pela morte de sua mãe, Shmi. E foi a raiva assassina despertada por essa descoberta em O Ataque dos Clones que acionou o principal gatilho para o passo inicial de sua queda para o Lado Sombrio da Força.

Continua após a publicidade

Em Star Wars: The Phantom Menace 25th Anniversary Special, lançado recentemente, a trama mostra aos fãs cenas adicionais, especialmente com Anakin Skywalker. Em uma das novas sequências, o garoto percebe um Incursor Tusken acorrentado sendo vendido no porto de Mos Eisley.

Em vez de ignorar isso, principalmente porque Anakin era um escravo naquela época, o jovem Padawan decide criar uma distração, e, então, libertar o Tusken, que corre de volta para seu povo. Seu ímpeto Jedi já alimentava uma bússola moral orientada a “fazer o que era certo, não importava o custo”.

Por que isso torna seu passado mais sombrio?

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

No final de Star Wars: The Phantom Menace 25th Anniversary Special, o Tusken que Anakin salvou vai até a cabana de Shmi e a presenteia com um objeto dos incursores do deserto, em homenagem ao nobre ato do jovem Padawan.

Shmi demonstra muito apreço pelo presente, principalmente porque isso aconteceu pouco antes da curta despedida ao pequeno filho acolhido pelos Jedi. Para ela, essa era a prova de que Anakin seria um herói, afinal se ele pudesse fazer tanta diferença em seu mundo natal, então poderia realizar ainda mais no futuro.

Mas então, poucos anos depois, essa trama reforça a ideia que Anakin matou as pessoas que uma vez o honraram como herói. E esse fato se torna ainda mais perturbador com a HQ sugerindo que, se sua mãe estivesse viva para testemunhar a matança promovida pelo filho, isso certamente teria partido completamente seu coração.

Continua após a publicidade

Ao colocar os dois momentos de Anakin lado a lado, o de seu salvamento quando criança e do massacre dos Tusken quando jovem adulto, o significado de seus atos se tornam ainda mais comoventes e sombrios — ou seja, sua própria versão infantil quanto sua mãe ficariam chocados ao presenciar a queda daquele herói em potencial.