Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Qual a ligação entre o Coruja de Watchmen com o Besouro Azul na DC?

Por| 21 de Agosto de 2023 às 15h26

Link copiado!

DC Comics
DC Comics

Besouro Azul finalmente chegou aos cinemas, como o primeiro capítulo oficial do novo Universo Cinematográfico DC (DCU, na sigla em inglês). Nesse filme, vemos a terceira versão do personagem, Jaime Reyes, que não tem muito a ver com sua configuração clássica, vista em uma revista do qual Watchmen baseou seu Coruja. Complicado? Tudo bem, o Canaltech te explica com detalhes.

Pois bem, o primeiro Besouro Azul, Dan Garret, apareceu pela primeira vez no título Mistery Men Comics #1, lançado pela Fox Feature Syndicate, em 1939. Nessa época, ele era um vigilante que ficava mais forte usando as Vitaminas 2X, algo que caiu quando o personagem foi vendido para a Charlton Comics.

Em 1964, a Charlton lançou Blue Beetle Vol. 3 #1 com o Besouro Azul renomeado para Dan Garrett, um arqueólogo que encontrou escaravelho que lhe deu poderes como voo, força sobre-humana, projeção de energia, entre outros.

Continua após a publicidade

Eis que, em 1966, a revista do Capitão Átomo, que também pertencia à Charlton, publicou a estreia do Besouro Azul mais popular da trajetória do personagem: Theodore Kord, um aluno de Dan Garrett, que, durante uma briga, morreu, e seu escaravelho do poder migrou para o jovem estudante.

Só que, diferente de Garrett, os poderes e capacidades de Kord tinham a ver mais com seu aspecto científico. Kord tem uma indústria de tecnologia e inovação, e sua nave, assim como sua habilidade para construir cacarecos, tornou-o um personagem favorito do público. Nos anos 1990, ele alcançou o auge de sua popularidade quando protagonizava o “bromance” com o Gladiador Dourado.

Em 2005, em uma jogada pra lá de apelativa, a DC Comics matou brutalmente Ted Kord no evento Contagem Regressiva para Crise Final. E, depois de vários reboots em seu universo, a DC trouxe Kord de volta, e, atualmente ele aparece de vez em quando em uma trama ou outra.

Continua após a publicidade

Isso porque o Besouro Azul oficial da DC atualmente é Jaime Reyes, que é quase um Peter Parker latino que recebe os poderes do mesmo escaravelho que esteve com Garret (e Garrett) e Ted Kord. E é essa versão que foi adaptada para o cinema.

O que o Coruja de Watchmen tem a ver com o Besouro Azul?

A DC Comics comprou a Charlton Comics em 1983, e, assim que fechou a aquisição, a editora começou a avaliar que continuaria valendo da direção anterior para a nova; e o que seria integrado ao Universo DC, que vinha passando por uma reformulação e estaria prestes a zerar tudo dois anos depois em Crise nas Infinitas Terras.

Continua após a publicidade

Como a editora sabia que precisava atualizar os personagens da Charlton, ela entrou em contato com um autor que vinha fazendo sucesso na época: Alan Moore. O escritor foi contratado para fazer novas versões do Capitão Átomo, Besouro Azul, Questão, Pacificador, Relâmpago e Sombra da Noite. Só que o resultado foi tão chocante, sombrio e interessante que beirava o genial, em uma época em que nenhuma história de super-heróis ousava fazer algo igual.

Foi aí que a DC decidiu manter os personagens da Charlton mais semelhantes à versão original mesmo, desenvolvendo cada um deles ao longo dos anos; e os que foram reimaginados por Moore se tornaram os integrantes do Watchmen.

Continua após a publicidade

Assim, o Capitão Átomo se tornou o Dr. Manhattan, o Besouro Azul foi apresentado na forma de Coruja, o Questão virou Rorschach, o Pacificador transformou-se no Comediante, Relâmpago foi transformado em Ozymandias, e Sombra da Noite foi caracterizada como Espectral.

Ou seja, embora pareça que não têm nada a ver um com o outro, o Coruja de Watchmen tem uma profunda ligação com o Besouro Azul — cortesia de Alan Moore.