Publicidade

Batman vence seu vilão mais poderoso com sacrifício de ex-Robin

Por| 06 de Junho de 2024 às 16h15

Link copiado!

DC Comics
DC Comics

Nos últimos meses, Batman tem lutado contra uma versão distorcida de si mesmo, na forma de uma parte cruel de sua mente, chamada de Zur-En-Arrh, combinada com um robô feito à sua imagem, o Failsafe. E, depois de ser derrotado por uma criatura quase imbatível que possui sua inteligência e expertise em combate, o Homem-Morcego só consegue vencer com a ajuda de um ex-Robin sacrificado durante a luta.

Atenção para spoilers de Batman #148!

Nos últimos meses, a faceta mais cruel e desumana de Bruce Wayne, criada apenas para ser utilizada no caso de manipulação psicológica, o Batman de Zur-En-Arrh, tomou o controle de sua mente. O herói até conseguiu se livrar de sua influência, mas esse “avatar cerebral” escapou para a realidade, justamente para o comando de Failsafe, um robô imbatível criado para ser uma contingência para o Homem-Morcego.

Continua após a publicidade

Nesse tempo todo, enquanto Bruce se recupera do assalto mental que sofreu, o Batman de Zur-En-Arrh segue impondo sua forma violenta e cruel de combater o crime. E, agora chegou o momento do confronto do Homem-Morcego com sua versão desumana.

Em Batman #148, lançado recentemente, Bruce, ainda se recuperando da violência emocional, física e psicológica causada pelo domínio de Zur-En-Arrh, vê-se rodeado por um exército inteiro de robôs sob o comando do corpo quase indestrutível do andróide Failsafe.

E aí que vemos Jason Todd, o atual anti-herói conhecido como Capuz Vermelho e seu segundo Robin—  que, no passado, morreu de forma brutal —, sofrendo um golpe fatal de Zur-En-Arrh na cabeça. 

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Sacrifício do ex-Robin

Eis que a grande astúcia de Bruce entra em ação. A maior regra que o Batman tem é a regra de não matar, e o robô Failsafe, que atualmente carrega o “avatar mental” Zur-En-Arrh dentro de si, foi construído especificamente para garantir que essa regra fosse seguida. O andróide é uma contingência preparada pelo próprio Homem-Morcego.

Se Batman algum dia matasse, Failsafe seria ativado para caçá-lo. Ao enganar Zur-En-Arrh para, aparentemente, assassinar Jason, a contingência robótica foi ativada novamente, desligando o corpo de Zur-En-Arrh por dentro.

Continua após a publicidade

Ou seja, a morte de Jason foi a chave necessária para derrotar Zur-En-Arrh. E, felizmente, Batman tinha um plano para que o sacrifício do ex-Robin não fosse permanente. Originalmente, o Homem-Morcego seria assassinado; mas como o Capuz Vermelho entendeu que manter Bruce vivo seria mais importante, ele se ofereceu a passar por isso — até porque ele tem experiência com isso.

Batman foi completamente incapaz de salvar Jason na primeira vez que morreu, mas, desta vez, Bruce estava preparado. O Homem-Morcego inventou um novo traje que injeta resina de Lázaro (o milagroso elemento que ressuscita pessoas no Universo DC), e, no momento em que o Capuz Vermelho apagou, o herói o trouxe de volta.

Foi um plano audacioso e arriscado, contudo, no final das contas, Batman conseguiu vencer, pelo menos temporariamente, seu vilão mais poderoso — graças ao sacrifício de um ex-Robin.