Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro: códigos da MIUI 11 mostram novos modelos da chinesa

Por Felipe Junqueira | 31 de Janeiro de 2020 às 21h20
Felipe Junqueira/Canaltech
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Mi 10 Pro 5G

Ficha técnica

A Xiaomi ainda não anunciou a data de lançamento do Mi 10, mas já sabemos que o dispositivo existe e vai ter embarcado o Snapdragon 865, mais novo e potente chipset da Qualcomm. Já surgiram alguns rumores sobre outras características do dispositivo, e agora uma análise do código da MIUI 11 traz mais algumas pistas do que podemos esperar.

O membro da comunidade de desenvolvedores XDA kacskrz fez uma leitura das linhas presentes na compilação v20.1.6 da MIUI 11, lançada em 16 de janeiro, e descobriu que não só a Xiaomi está preparando ao menos dois dispositivos para a linha, como um deles terá suporte ao carregamento rápido de 66 W. O código contém não apenas os números de modelo, mas também os nomes comerciais.

Reforçando diversos rumores, a Xiaomi deve apresentar em breve o Mi 10, código M2001J2C, e o Mi 10 Pro, chamado internamente de M2001J1C. Este segundo é o que possivelmente tem suporte ao carregamento super rápido de 66 W, uma vez que já foi visto em documentação do CCC, um dos órgãos reguladores chineses, justamente com esta característica.

Em janeiro, um dispositivo de número de modelo M2001J1E passou no TENAA, outro órgão regulador das telecomunicações da China. Acredita-se agora que pode ser uma versão especial do Mi 10. Desde o Mi 8, a Xiaomi sempre traz junto uma versão Explorer Edition de seu topo de linha.

Algumas supostas imagens do Mi 10 Pro já circulam nas redes sociais (Foto: Reprodução/Weibo)

Por ora, os rumores apontam que os modelos devem ter câmera de 108 MP, gravação de vídeo em 8K etela de 6,5 polegadas com taxa de atualização de 90 Hz. Confirmado, temos a presença do chipset Snapdragon 865, como já mencionado antes. Com relação à memória, espera-se que o modelo básico tenha 8 GB ou 12 GB de RAM, enquanto o Pro chegaria apenas com opção de 12 GB.

No ano passado, o Mi 9 foi apresentado na China no mesmo dia que a Samsung apresentou ao mundo o Galaxy S10. Esse ano, o Unpacked da sul-coreana está agendado para o dia 11 de fevereiro, e a Xiaomi até agora não se manifestou sobre um evento na data. Havia uma expectativa que o lançamento, incialmente pensado para a MWC, já englobando tanto os chineses como o ocidente, poderia ser antecipado.

Mas é possível que a empresa tenha desistido por conta da epidemia causada pelo novo coronavírus nCoV-2019 que se alastra no país (e já vai começando a se espalhar pelo mundo). Ou considerou que não foi uma boa ideia fazer um lançamento na mesma data de um evento da Samsung e vai seguir com o roteiro de fazer o anúncio em Barcelona.

Fique ligado aqui no Canaltech que vamos trazer todas as novidades assim que chegarem.

Fonte: XDA Developers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.