Minizinha Chip: como funciona a maquininha de cartão do PagSeguro

Por Redação | 17 de Novembro de 2018 às 12h15
Tudo sobre

UOL

Saiba tudo sobre UOL

Ver mais

Depois de lançar a Minizinha, um leitor de cartões compacto e com grande número de cartões aceitos, o PagSeguro lançou a Minizinha Chip, que é basicamente o mesmo modelo só que um pouco mais independente. Assim como a sua irmã, a versão com chip elimina custos fixos como aluguel ou taxa de adesão, e traz 5 anos de garantia.

A Minizinha Chip tem inúmeras similaridades com a Minizinha original. Ela pesa cerca de 110 gramas, mas tem bateria com duração de 8 horas. Comparando-a com a Minizinha (sem chip), o modelo tem 88g e bateria de 4 horas.

Já no cadastro de compra da Minizinha Chip, você perceberá que ela pode ser solicitada por pessoas físicas quanto jurídicas, e dados básicos (CPF ou CNPJ) são necessários. O PagSeguro não realiza análise de crédito neste momento.

  • Você pode adquirir sua Minizinha Chip aqui

Como usar a Minizinha Chip

Como grande diferencial, a Minizinha Chip conta com suporte a um chip de rede com acesso à internet (GPRS), fazendo com que ela não fique 100% atrelada ao seu smartphone. Ela também vem com suporte para conexões Wi-Fi.

Ainda assim, para configurar a máquina você vai precisar de um smartphone. O processo é feito no aplicativo PagSeguro Vendas (Android e iOS), onde você precisará realizar o pareamento do dispositivo.

No momento das vendas, depois que a máquina já estiver configurada, você vai precisar apenas dela. No entanto, assim como acontece com a Minizinha, ela não imprime nenhum documento, logo os recibos podem ser enviados via SMS ou por e-mail aos seus clientes.

Minizinha Chip (Foto: Leonardo Pavini / Canaltech)

Mais uma similaridade está na quantidade de bandeiras e cartões aceitos. Isto faz com que a Minizinha Chip seja tão versátil quanto os modelos mais caros, embora sua estrutura seja mais simples e ela traga menos recursos. Ainda assim, estes são os cartões aceitos:

  • Débito: Maestro, Visa Electron, Elo, Banri Compras, Cabal Débito;
  • Crédito: MasterCard, Visa, Elo, Hipercard, Hiper, Cabal, American Express, Diners;
  • Voucher/Refeição: Alelo, Sodexo, Ticket, VR.

É preciso lembrar, também, que transações com cartões American Express e Diners Club são feitas pelo aplicativo, que é a única forma de realizar transações com a tarja magnética, já que a Minizinha Chip só aceita cartões com chip (diretamente).

Uma boa nota sobre a Minizinha Chip é que você também não precisa, necessariamente, ter uma conta bancária atrelada à do PagSeguro. Com o cadastro feito na plataforma no momento de solicitação da maquininha, você também preenche dados para criar a Conta Virtual. O PagSeguro também fornece, gratuitamente, um cartão pré-pago (Mastercard).

A Conta Virtual do PagSeguro oferece serviços de transferência de dinheiro, recarga de celular, transferência e solicitação de empréstimos (este, no caso, precisa de aprovação) e mais.

Minizinha Chip (Foto: Leonardo Pavini / Canaltech)

Taxas e pagamentos

As taxas aplicadas para a Minizinha Chip são unificadas pelo PagSeguro, logo elas são as mesmas da Minizinha propriamente dita e de outros modelos da mesma empresa. Sendo assim, ela também participa do período promocional de três meses que oferece taxa de 0% para vendas à vista no débito ou crédito.

Sobre o período promocional, é importante ter em mente que se o valor de R$ 1.500 (em vendas) for atingido, a conversão é alterada para as tarifas comuns.

Para vendas (à vista) no débito: a taxa é de 1,99% por 1 ano, e após o período ela é substituída por uma taxa de 2,39%, considerando o recebimento do dinheiro na Conta Digital em 1 dia.

Para vendas (à vista) no crédito: a taxa pode ser alterada de acordo com a modalidade e do tipo de cartão. Para o recebimento do saldo em 30 dias, a taxa é de 3,19% (transação com chip) ou 3,59% (transação com tarja). No caso do parcelamento no crédito, as taxas mudam para 3,79% (no chip) ou 4,99% (na tarja), com o acréscimo de 2,99% ao mês -- seguindo a quantidade de parcelas.

No site do PagSeguro, há uma página para simulações de vendas onde é possível conferir as taxas de acordo com valores específicos. No aplicativo da empresa, inclusive, os proprietários da Minizinha Chip contam com uma calculadora mais completa e disponível no smartphone.

No entanto, ainda é importante ressaltar que o saldo das suas vendas é transferido primeiro para a Conta Virtual do PagSeguro, e então você precisará solicitar a transferência para a sua conta bancária (corrente ou poupança), ou se preferir para o cartão pré-pago.

Minizinha Chip (Foto: Leonardo Pavini / Canaltech)

Para quem a PagSeguro Minizinha Chip é?

Seguindo a premissa da Minizinha, esta versão com Chip se mostra mais versátil na questão de realizar vendas práticas com cartão de crédito, débito, e também para transações com cartões internacionais ou refeição.

Estabelecimentos pequenos, com volume mais baixo de vendas neste formato, podem ser beneficiados com a Minizinha Chip. Ela também é compatível com conexões móveis ou Wi-Fi, o que elimina o seu smartphone na hora das vendas, já que as informações são legíveis no display.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.