Minizinha do PagSeguro: como funciona a maquininha da UOL

Por Redação | 09 de Novembro de 2018 às 07h00
Tudo sobre

UOL

A Minizinha do PagSeguro é, atualmente, uma das melhores opções para quem busca um leitor de cartões versátil para débito, crédito e que também aceita cartões refeição. Ela, assim como outros modelos básicos, funciona com um smartphone ou tablet conectado à internet e é compatível tanto com dispositivos Android quanto com iOS.

O tamanho reduzido faz com que a Minizinha seja facilmente transportada ou guardada. Ela pesa somente 88 gramas e traz teclado físico com botões numéricos, para confirmar, corrigir ou cancelar uma transação. O display dela, que é bem pequeno, apenas ilustra as informações que precisam ser controladas pelo aplicativo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Como usar a Minizinha

Com garantia de 5 anos, a Minizinha (modelo PAX D150) precisa do aplicativo PagSeguro Vendas (Android e iOS) para fazer a conexão com o PagSeguro. Ela também precisa do mesmo app para fazer o pareamento via Bluetooth com o seu dispositivo, coisa que acontece uma única vez antes de começar a funcionar.

O pareamento, claro, vai depender de conexão com a internet a partir do seu smartphone. No momento das vendas, é pelo aplicativo do PagSeguro que você seleciona o valor da transação, tipo de cartão que será utilizado e, dependendo, o número de parcelas.

É importante ter em mente que a Minizinha aceita somente pagamentos de cartões com chip, embora dentro do aplicativo exista uma opção não muito prática para pagamentos com a tarja magnética. Estes são os cartões compatíveis com ela:

  • Débito: Maestro, Visa Electron, Elo, Banri Compras, Cabal Débito;
  • Crédito: Mastercard, Visa, Elo, Hipercard, Hiper, Cabal, American Express, Diners;
  • Voucher/Refeição: Alelo, Sodexo, Ticket, VR.

Aqui, claro, a Minizinha se destaca em relação a outros leitores de cartão da mesma faixa, por aceitar um grande número de cartões, incluindo refeição. Mas, como ponto fraco, ela também não imprime comprovantes em papel, logo eles podem ser enviados para o e-mail ou via SMS aos clientes.

No caso dos cartões American Express e Diners Club, a transação é feita pelo aplicativo, como mencionamos anteriormente.

Outra vantagem da Minizinha é a utilização de um cartão pré-pago (MasterCard), logo qualquer pessoa física ou jurídica pode solicitar uma. A PagSeguro não realiza análise de crédito, e no momento de cadastro você pode (ou não) inserir uma conta corrente ou poupança.

É nessa hora que entra o cartão pré-pago: se você não tem uma conta, pode utilizar a Conta Digital do PagSeguro. Ela permite, além das transações comuns, a transferência de dinheiro ou saques, recargas para celular e mais. O PagSeguro fornece apenas um cartão pré-pago gratuitamente.

Maquininha Minizinha da PagSeguro UOL (Foto: Leonardo Pavini / Canaltech)

Taxas e pagamentos

Outro ponto interessante da Minizinha é que ela compartilha as mesmas taxas da linha de produtos do PagSeguro. Sendo assim, além dos 5 anos de garantia, ela chega sem taxa de adesão ou aluguel.

Como estímulo, há um período promocional de três meses onde a taxa para vendas à vista no débito ou crédito é de 0%, embora ela possa ser encerrada ao atingir o valor de R$ 1.500 em vendas (dentro do período).

Para vendas (à vista) no débito: a taxa é de 1,99% por 1 ano, e após o período ela é substituída por uma taxa de 2,39%, considerando o recebimento do dinheiro na Conta Digital em 1 dia.

Para vendas (à vista) no crédito: a taxa pode ser alterada de acordo com a modalidade e do tipo de cartão. Para o recebimento do saldo em 30 dias, a taxa é de 3,19% (transação com chip) ou 3,59% (transação com tarja). No caso do parcelamento no crédito, as taxas mudam para 3,79% (no chip) ou 4,99% (na tarja), com o acréscimo de 2,99% ao mês - seguindo a quantidade de parcelas.

Você pode conferir uma página para simulações no site do PagSeguro, onde é possível conferir as taxas de acordo com os valores das vendas. O atendimento do PagSeguro, inclusive, funciona 24 horas por dia nos 7 dias da semana.

Maquininha Minizinha da PagSeguro UOL (Foto: Leonardo Pavini / Canaltech)

Para quem a PagSeguro Minizinha é?

Sem mensalidades, nem taxas de adesão, a Minizinha se mostra uma ótima companheira para quem está iniciando um negócio mas não quer perder vendas por não aceitar um ou outro cartão específico. Ainda existem limitações, de fato, como na leitura de cartões por tarja, e também a necessidade de ter um smartphone por perto no momento das transações.

No entanto, ela é uma das poucas nessa faixa de mercado que aceita cartões refeição, por exemplo, e assim como outros modelos tem duração de 4 horas de bateria. Ela pode ser facilmente implementada em lojas de pequeno e médio porte, além de profissionais liberais ou prestadores de serviço (médicos, motoristas, dentistas, etc), mas também pode ser aplicada em restaurantes, mercadinhos, bares e mais.

Como a Minizinha já aceita cartões refeição, além dos outros mais tradicionais, ela acaba tendo uma certa vantagem nesse mercado.

O valor da Minizinha do PagSeguro é de R$ 68,40, ou 12x R$ 5,70. O cartão pré-pago é enviado gratuitamente, mas você pode optar também por não recebê-lo, caso decida incluir uma conta bancária no seu cadastro.

Para fazer o pedido de uma Minizinha do PagSeguro, é necessário informar um número de CPF ou CNPJ e outros dados pessoais, além de especificar uma categoria que pode definir (aproximadamente) o seu negócio.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.