Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Google Pixel Watch 2 pode abandonar corpo em aço para ficar mais leve

Por| Editado por Wallace Moté | 25 de Julho de 2023 às 17h32

Link copiado!

Divulgação/Google
Divulgação/Google
Pixel Watch 2

Novos rumores indicam que o Google pode abandonar o uso de aço inoxidável na próxima geração do Pixel Watch e adotar corpo em alumínio. A mudança tornaria o acessório mais leve, garantindo mais conforto ao usuário, mas gera preocupações quanto à durabilidade do relógio. Novidades a respeito do app repaginado da Fitbit também foram divulgadas, detalhando melhor a inédita função "Coach".

Depois de indicar que o Pixel Watch 2 trocaria o processador Exynos por um chip Snapdragon, fontes do site 9to5Google sugerem que o segundo modelo de smartwatch do Google vai substituir a caixa em aço inoxidável do dispositivo original pela construção em alumínio. O principal benefício da mudança é a redução notável de peso, algo que não apenas proporcionaria mais conforto no uso cotidiano, como principalmente durante a prática de exercícios.

Continua após a publicidade

Em contrapartida, o alumínio é reconhecidamente mais maleável que o aço, o que significa que o metal escolhido para a substituição é mais suscetível a apresentar arranhões, marcas e até riscos mais profundos em caso de quedas ou impactos. Essa situação é agravada em pulseiras e relógios, se pensarmos que os usuários movimentam as mãos com frequência e, dependendo do cuidado, podem esbarrar com facilidade em objetos.

Dito isso, se o Google mantiver o design anterior — estratégia muito possível considerando a estreia recente de novas pulseiras —, a estrutura de alumínio do Pixel Watch 2 não deve ficar tão exposta, o que pode reduzir a probabilidade de danos. De toda forma, vai ser preciso aguardar por vazamentos ou ainda o próprio anúncio oficial, esperado para acontecer em breve — especula-se que o relógio deva chegar junto da família Pixel 8, prevista para ser formalmente apresentada em outubro.

Fitbit teria função "Coach" para app repaginado

Além da construção do relógio, as fontes também detalharam um pouco da função "Coach" vista em capturas de tela vazadas do app da Fitbit — adquirida pelo Google no início de 2021, a marca é conhecida pelo wearables focados em esportes, e tem sido aos poucos integrada aos esforços de vestíveis da gigante das buscas. A expectativa é que uma versão repaginada do aplicativo seja lançada em breve, com visual mais alinhado ao Material You do Android.

Continua após a publicidade

De acordo com as imagens vazadas, essa versão traria a função Coach que, segundo o 9to5Google, nada mais é do que o serviço de assinatura Fitbit Premium com um novo nome, sem estar relacionado com uma suposta funcionalidade mais robusta que estaria em desenvolvimento pelo Google. Mais detalhes devem ser divulgados em breve e, com sorte, devemos ter informações oficiais com a chegada do Pixel 8.

Fonte: 9to5Google