Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

DJI lança estações de energia para carregar drones e outros equipamentos

Por| Editado por Wallace Moté | 19 de Abril de 2024 às 12h04

Link copiado!

Divulgação/DJI
Divulgação/DJI
Tudo sobre DJI

A DJI acaba de lançar duas novas estações de energia para carregar drones e outros tipos de equipamentos eletrônicos. O Power 500 e o Power 1000 são capazes de entregar bastante carga por meio de diferentes interfaces, incluindo o padrão Smart DC proprietário da empresa. 

Também conhecido como SDC, ele serve para carregar alguns drones da empresa, assim como acessórios diversos. No entanto, ele também traz conectores tradicionais de tomada,USB-A e USB-C, e portanto deve servir para carregar praticamente qualquer produto. 

Continua após a publicidade

O Power 1000 traz uma bateria interna de 1.024 Wh — daí o nome —, e pode oferecer até 140 W de potência nas suas duas portas USB-C. As saídas AC produzem até 2.200 W, enquanto as SDC chegam a 240 W.

Por sua vez, o modelo Power 500 tem uma capacidade de 512 Wh, enquanto a saída de potência máxima fica em 1.000 W. Ele também é menor e mais leve, com peso de 7,3 kg contra 13 kg da opção mais avançada. 

Ambos possuem as mesmas opções de interface em termos de AC e  USB (com 140 W de saída na USB-C apenas no Power 1000, enquanto o Power 500 fica com 100 W), mas apenas o Power 1000 tem saídas SDC e SDC Lite. O Power 500 fica com somente a SDC Lite, que no momento não tem nenhuma desvantagem prática e mantém o funcionamento a 240 W. 

No entanto, a potência de funcionamento varia de acordo com o drone utilizado, com até 230 W na linha Matrice 30 de drones comerciais. No entanto, essa potência é menor em modelos mais compactos, como os 125 W para as baterias do DJI Air 3.

Ambos os modelos ainda possuem um atraso de corte de 0,02 segundo, e por isso podem ser usados como nobreaks em redes instáveis.

As baterias das centrais têm compostos químicos FLP, que oferecem mais segurança e possuem maior durabilidade. De acordo com números divulgados pela DJI, o produto é capaz de manter 80% da carga após 3.000 ciclos completos. 

Continua após a publicidade

A recarga do Power 1000 pode ser feita em cerca de 70 minutos com a entrada máxima de energia de 1.200 W. No entanto, também é possível usar um modo de 600 W, que é mais lento mas reduz o ruído dos ventiladores internos a 23 dB. 

Também é possível carregar as estações por meio de painéis solares, com um adaptador vendido separadamente. Neste caso a potência máxima de carregamento chega a 400 W, mas é possível usar dois adaptadores para chegar a 800 W. 

Preço e disponibilidade

As duas estações de energia foram lançadas nos Estados Unidos, com o preço de US$ 699 (cerca de R$ 3.671 em conversão direta) para o Power 1000, e US$ 379 (~R$ 1.991) para o Power 500.