Intel | O que é Hyper-Threading?

Intel | O que é Hyper-Threading?

Por Rodrigo Folter | Editado por Bruno Salutes | 16 de Março de 2022 às 09h00
Divulgação/Intel

Quando pensamos em processador um dos primeiros nomes que vêm a cabeça é a Intel. Através da tecnologia Hyper-Threading, ela garante que seus processadores executem muito mais com menos dificuldade. Palavrinha difícil, né? O que é isso exatamente?

É essa a pergunta que o Canaltech responderá para vocês, mostrando como a Intel faz com que seu computador consiga executar múltiplas tarefas do Windows simultaneamente de maneira eficiente.

O que é thread

Antes de explicarmos a parte “hyper”, é necessário falar sobre o que é uma thread. Em essência são pequenas tarefas que o Windows precisa executar quando mais de um programa requer a atenção do processador.

Essas requisições são gerenciadas por um recurso chamado escalonamento, que organiza em linhas de operações para que o programa 1, programa 2 e assim por diante sejam atendidos em simultâneo.

Claro que não percebemos esse trabalho todo por o computador conseguir executar bilhões de cálculos por segundo. Mas da próxima vez que estiver escrevendo um texto, escutando música ou com o navegador aberto saiba que várias threads estão sendo executadas e divididas para que tudo funcione.

Gerenciador de tarefa mostrando o número de threads e o desempenho do processador (Captura de tela: Rodrigo Folter)

Se o seu computador tiver um processador com dois ou mais núcleos também podemos aplicar o mesmo conceito, no entanto, há uma diferença. Como cada núcleo do computador é uma unidade de processamento independente, as threads são distribuídas entre eles, então menos escalonamentos são necessários para dividir a carga de trabalho, já que cada núcleo lida com uma parcela do trabalho total.

Essa capacidade do processador de lidar com várias threads conjuntamente, é chamada multi-threading, e é devido a essa tecnologia presente na maioria dos processadores modernos que podemos executar várias aplicações em simultâneo, necessitando apenas de um sistema operacional multitarefa, como o Windows, Linux ou UNIX.

O que é Hyper-Threading

Agora que entendemos o que é que uma thread no processador, podemos falar sobre a tecnologia empregada pela Intel. O primeiro modelo com Hyper-Threading surgiu em 2002 no Xeon MP Foster, processador voltado para a linha de servidores, em seguida incorporando ao Pentium 4 e em todos os modelos que vieram na sequência.

A tecnologia usa o processador com mais eficiência, permitindo que múltiplos threads sejam executados em cada núcleo. Mesmo que isso pareça sobrecarregar cada núcleo, na verdade, o que acontece é um ganho de produtividade já que existe uma adaptação dinâmica à necessidade do momento. Segundo a própria Intel, o ganho pode chegar a 30%.

Quando a tecnologia Hyper-Threading está ativa, ela "dobra" o número de núcleos, transformando um núcleo físico em dois núcleos lógicos, como a própria empresa explica. Isso significa que seus núcleos originais sempre trabalharam como se fossem multiplicados por dois, diluindo a execução das threads.

Vídeo de reprodução da tecnologia Intel Hyper-Threading (Imagem: Reprodução/Intel)

Resumindo, o Hyper-Threading pode executar mais tarefas simultaneamente e quanto mais núcleos seu processador tiver mais informações serão processadas devido à divisão feita, e, para melhorar em menos tempo. A tecnologia não substitui os modelos de vários núcleos, mas os complementa, possibilitando que eles façam melhor uso dos recursos disponíveis.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.