Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Huawei Band 9 | Monitoramento de saúde ainda melhor

Por| Editado por Léo Müller | 24 de Abril de 2024 às 18h10

Link copiado!

Review Huawei Band 9 | Monitoramento de saúde ainda melhor
Review Huawei Band 9 | Monitoramento de saúde ainda melhor
Huawei Band 9

A Huawei Band 9 é a nova pulseira inteligente da marca chinesa no Brasil para competir com a Galaxy Fit 3. A smartband vem com até 14 dias de bateria e monitoramento de saúde mais preciso. Mas, será que vale a pena comprá-la? Descubra neste review completo.

Design e tela

Continua após a publicidade

A Band 9 não mexeu no design em relação à Band 8, a qual também analisei para o Canaltech. É a mesma caixa retangular com moldura brilhante que vemos há algumas gerações da pulseira.

Não é um problema a falta de novidades, afinal, não dá para trazer algo novo sem mexer na estrutura do produto. Segundo a própria Huawei comenta nas suas comunicações, o foco da Band 9 é o conforto.

Por isso, ela pesa apenas 14 g segundo a empresa. É um feito impressionante e, nos meus testes, quase não a senti no pulso. Para comparação, a Galaxy Fit 3 é mais pesada (~36 g) e tem uma bateria menor.

O modelo da Band 9 analisada no Canaltech veio na cor preta e pulseira de fluorelastômero, um tipo de borracha mais amigável para a pele. De fato, não tive problemas com irritações durante o período que a usei.

Quanto à tela, temos praticamente a mesma qualidade da Band 8: o AMOLED traz uma profundidade de cor ótima, além de cores vivas. Essa geração também traz brilho automático, que se ajusta conforte a luz ambiente, o que é ótimo.

Os milhares de mostradores disponíveis na loja Huawei Saúde também podem ser acessados, mas vale mencionar que boa parte deles são pagos.

Continua após a publicidade

Configuração e desempenho

A Huawei Band 9 vem com o sistema operacional HarmonyOS da própria empresa. A interface é bem simples, não tendo um design tão marcando quanto a do Galaxy Fit 3, por exemplo. Mas não percebi nenhum problema de espaçamento, formatação ou fonte.

As funções da pulseira também são comuns da categoria, como receber notificações de ligações e mensagens, responder mensagens com frases pré-definidas, configurar alarmes e cronômetro, e controlar a reprodução de músicas.

Continua após a publicidade

A Band 9 também segue sem armazenamento interno, ou seja, não dá para instalar aplicativos, ferramentas e músicas. Só dá para mudar os mostradores do relógio. É uma experiência básica, mas boa.

Huawei Health (Saúde)

O aplicativo Huawei Saúde melhorou muito com os anos. Para baixá-lo, você precisa apenas escanear o QR Code exibido no dispositivo com seu celular e seguir os passos de pareamento. É muito simples.

Continua após a publicidade

A pulseira é compatível com celulares Android e iPhone (iOS) e, assim como aconteceu na geração passada, a configuração inicial funcionou melhor no iPhone. O app Saúde já estava na App Store, facilitando o primeiro contato.

Monitoramento de saúde e exercícios

O monitoramento de saúde e exercícios continua sendo o destaque da família Huawei Band. Na nona geração, temos os mesmo sensores de frequência cardíaca e SpO2, só que trabalhando com os novos sistemas TruSleep 4.0 e TruSeen 5.5.

Continua após a publicidade

Basicamente, a promessa é de melhores leituras de frequência cardíaca, além de informações sobre o sono mais precisas. Nos meus testes, a Band 9 teve um desempenho excelente à noite, acertando a duração do sono e até as despertadas durante a noite.

Eu só não notei uma melhora tão significativa em relação à Band 8, a qual já fazia essas coisas muito bem. Talvez, a diferença entre as duas seja mais perceptível com ambas no pulso.

O monitoramento de exercícios também se mostrou boa, registrando a sua frequência cardíaca e o nível de oxigênio no sangue durante do treino. A pulseira suporta mais de 100 modos de treino, como a Band 8.

Continua após a publicidade

A Band 9 segue sem suporte a GPS, portanto os exercícios ao ar livre são registrados usando os serviços de localização do celular.

Bateria e carregamento

A Huawei Band 9 promete os mesmos 14 dias de uso da Band 8, então não tivemos evolução nessa frente. É claro que essa duração pode diminuir de acordo com a quantidade de funções ativadas, nível de brilho, monitoramento de exercícios, etc.

Continua após a publicidade

Nos nossos testes, consegui passar mais de uma semana tranquilamente com a Band 9, com monitoramento de sono toda a noite, batimentos cardíacos continuamente, SpO2 e estresse. Já com o Always On Display ligado, a duração caiu para cerca de 4 dias, pouca coisa melhor que a Band 8.

O carregamento da Band 9 é bem rápido também, saindo de 0% a 100% em cerca de 40 minutos. É a mesma velocidade que consegui com a Band 8, mostrando que não houve tanta evolução assim nesse departamento.

Concorrentes diretos

Continua após a publicidade

Como concorrente da Huawei Band 9 no Brasil, temos a Galaxy Fit 3. Ambas são pulseiras inteligentes, inclusive com quase as mesmas características, mas a smartband da sul-coreana pode ser uma opção melhor para quem tem celular Samsung, por conta da integração.

No entanto, considero a opção da Huawei mais precisa e completa no monitoramento de sono, além de trazer uma bateria maior. Embora seu preço ainda não tenha sido revelado, acredito que sua faixa de preço deva ser a mesma do Fit 3.

A Huawei Band 9 vale a pena?

Continua após a publicidade

A Huawei Band 9 vale a pena se você procura uma boa pulseira inteligente para acompanhar o seu sono. Fora isso, ela tem ótima bateria e um aplicativo interessante, com várias informações sobre a saúde do usuário.

Na Amazon, o dispositivo está saindo por R$ 239, mas é importado. Ou seja, você vai ter que esperar uns dias para tê-la. Mas é um preço duas vezes menor que o Galaxy Fit 3, encontrado por R$ 500.