Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Fitbit Charge 6 | A smartband do Google com maior precisão

Por| Editado por Léo Müller | 12 de Novembro de 2023 às 13h00

Link copiado!

Review Fitbit Charge 6 | A smartband do Google com maior precisão
Review Fitbit Charge 6 | A smartband do Google com maior precisão

A Fitbit Charge 6 é uma pulseira inteligente que foca em portabilidade e precisão. O acessório fabricado pela subsidiária do Google traz aplicativos da gigante das buscas e funcionalidades que se destacam. Testamos o aparelho para te dizer se vale a pena importar o produto, já que não é comercializado oficialmente no Brasil.

Para importar produtos dos Estados Unidos que você não encontra por aqui, basta criar uma conta na USCloser. Você faz suas compras nos sites gringos normalmente, e a USCloser recebe por você lá nos EUA mesmo, em uma espécie de “caixa postal americana” criada exclusivamente para você. Depois, a USCloser encaminha os produtos para sua casa aqui no Brasil. É seguro, prático e rápido. Siga nosso tutorial para se cadastrar e comprar nos EUA economizando muito.

Continua após a publicidade

Design e tela

O design da Fitbit Charge 6 não se distancia do que vimos na Charge 5. No geral, o produto mantém o aspecto retangular do seu corpo e a pulseira removível. A grande novidade dessa geração é o botão de pressão, que permite apenas o retorno para a tela inicial do aparelho.

A tela da pulseira inteligente é AMOLED de 1,04 polegada. Apesar do seu tamanho compacto, ela tem bom nível de coloração e nitidez dos conteúdos. Além disso, entrega Always on Display, que pode ser contínuo ou programável para horários específicos.

Sistema operacional

A Fitbit Charge 6 não tem sistema operacional, mas traz diversos recursos presentes no WearOS para a fitness tracker. Entre eles, estão o Maps e o YouTube Music, garantindo que os principais serviços do Google podem ser usufruídos no acessório.

Continua após a publicidade

Integração com o celular

Uma vantagem da Fitbit Charge 6 ser do Google é que a conexão com o aplicativo não depende do download de APKs fora da Play Store, dando mais segurança ao sistema. Outro ponto positivo é o fato da empresa garantir o bom uso do app tanto no Android quanto no iOS.

Monitoramento de saúde e exercícios

A Charge 6 tem mais de 40 opções de exercícios, GPS integrado, via Google Maps, monitor de sono, frequência cardíaca e oxímetro. Infelizmente, há falhas no rastreamento do sono, pois a smartband detectou momentos de descanso enquanto eu ainda estava em movimento. No uso prático, isso pode impactar nos relatórios do aplicativo.

Continua após a publicidade

Autonomia de bateria

A Fitbit Charge 6 promete até 7 dias de autonomia. Na prática, com os monitoramentos ativos 24 horas e o Always On Display, o gasto diário foi de 19%. Então, isso garante apenas 5 dias de uso, ficando abaixo da expectativa. Para ter até 15 dias de uso, é necessário desativar o AOD.

Continua após a publicidade

Concorrentes diretos

O Huawei Watch GT 4 é uma ótima alternativa para quem prefere fugir de smartbands. O fato de esse produto ser um relógio inteligente garante mais funcionalidade e um sistema completo. A bateria tem uma boa duração para a categoria, alcançando até 5 dias, além de garantir um ótimo monitoramento da saúde e exercícios. Custando R$ 1.199, ele faz sentido para a sua categoria.

Continua após a publicidade

Fitbit Charge 6 vale a pena?

A Fitbit Charge 6 não vale a pena, mas com ressalvas. O produto é ótimo para atividades ao ar livre, pois os seus recursos focados em esportes de alto rendimento são mais precisos. Entretanto, a smartband custar mais de R$ 780, via importação, é um ponto negativo. Afinal, esse preço precisa somar os 60% das taxas, fazendo ela alcançar o valor de um smartwatch premium. E, nessa categoria, a Charge 6 não consegue competir.