Publicidade

Review Apple Watch Series 8 | Será que já é o seu momento?

Por| Editado por Léo Müller | 17 de Outubro de 2022 às 09h00

Link copiado!

Review Apple Watch Series 8 | Será que já é o seu momento?
Review Apple Watch Series 8 | Será que já é o seu momento?

Em setembro de 2022, a Apple anunciou sua nova linha de dispositivos móveis e trouxe ao mercado seus novos relógios inteligentes. Um deles é o Apple Watch Series 8, modelo que fica entre o Apple Watch Ultra e o novo Apple Watch SE.

O vestível tem o mesmo design do modelo anterior e não traz nenhuma renovação visual — as maiores novidades estão dentro dele, ou seja, seu hardware e sensores.

Continua após a publicidade

Com tanta similaridade, será que vale o upgrade caso você tenha um Series 6 ou Apple Watch Series 7? Nesta análise, levanto os principais pontos positivos e negativos do smartwatch, para te ajudar na hora de escolher seu próximo complemento para o ecossistema Apple.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Design e construção

Em relação ao visual, o Apple Watch Series 8 não tem nenhuma evolução quanto ao seu antecessor, o Series 7. Ele tem exatamente a mesma aparência, com dimensões e disposição dos botões iguais.

Quanto à ergonomia e construção geral, ele é bastante leve e confortável. O mostrador é feito com acabamento em alumínio ou aço inoxidável, o que dá ao dispositivo seu aspecto bem premium e sofisticado em ambas as edições.

É importante mencionar que o Apple Watch 8 tem certificação IP6X, que oferece resistência à poeira. Além disso, a empresa destaca que ele tem proteção contra água por imersão de até 50 metros, de acordo com a norma ISO 22810:2010.

Continua após a publicidade

Tela

O Apple Watch Series 8 conta com uma tela de 1,9 polegada com resolução de 484 x 396 pixels. O display conta com tecnologia Retina LTPO OLED com brilho máximo de 1000 nits. Na prática, isso permite visualizar as informações no painel com bastante facilidade, mesmo quando o dia está bastante ensolarado.

Seu painel OLED ajuda a dar um ótimo contraste para o que é exibido na tela, e permite ver as horas com mais conforto se você acordar de madrugada.

Continua após a publicidade

As bordas do mostrador são bastante discretas, e isso permite um aproveitamento bem maior do display no corpo do relógio. Além disso, ele é protegido com vidro de Safira, que garante uma maior resistência contra arranhões.

Configuração e desempenho

O Apple Watch Series 8 conta com o processador S8 SiP. Este componente conta com dois núcleos, e é responsável por todo o desempenho do vestível. Segundo a Apple, ele é 20% mais rápido que o S7 SiP utilizado no Apple Watch Series 7.

Na prática, ele oferece uma performance totalmente satisfatória, com resposta imediata e sem qualquer travamento. O relógio é bastante ágil ao abrir aplicativos e executar suas tarefas, algo já comum desde as gerações passadas. Além do chip renovado, o wearable conta com 32 GB de armazenamento.

Continua após a publicidade

Usabilidade

O Apple Watch Series 8 conta com o watchOS 9. Com ele, o usuário tem acesso a uma grande variedade de aplicativos, que podem ser acessados direto do gadget, sem necessidade de pegar o iPhone.

O monitoramento de sono está mais completo e agora permite registrar dados mais detalhados, como a duração de cada estágio de sono — REM, sono essencial, que é o mais leve, e sono profundo. Isso o torna uma boa opção para quem quer um relógio completo, já que é uma função que fazia bastante falta nos Apple Watch.

Continua após a publicidade

Outro ponto positivo do relógio é que ele tem um sistema de detecção de acidentes, que pode emitir alertas para serviços de emergência caso o usuário bata o carro, por exemplo. Dessa forma, as unidades de socorro podem agir de forma mais rápida.

Acompanhamento físico

O Apple Watch Series 8 permite acompanhar diversos tipos de atividades físicas. Aqui, eu o utilizei mais para caminhada e fiz alguns trajetos de 20 ou 30 minutos por três dias. Todas as vezes que caminhei, ele registrou automaticamente a quantidade de passos, mas, para dados mais detalhados, eu precisei ativar o rastreamento no app Exercício.

Lá, há várias modalidades para acompanhamento, tanto de atividades internas quanto externas. Ao selecionar uma, o relógio oferece dados precisos e relevantes sobre o estado do usuário e da atividade, como distância percorrida, ritmo e velocidade de exercício, batimento cardíaco, entre outros.

Continua após a publicidade

Além de mostrar na tela do relógio, todas essas informações ficam salvas no app Saúde do iPhone, para que o usuário possa consultar ou compartilhar no futuro. Já para os dados de saúde, o usuário pode verificar o nível de saturação de oxigênio no sangue, realizar um ECG ou monitorar o batimento cardíaco.

Uma novidade nessa geração é o sensor de temperatura, que permite obter com mais precisão os dados da saúde feminina, como acompanhamento de ciclo menstrual ou proximidade com o período de ovulação.

Bateria e carregamento

Continua após a publicidade

A duração da bateria segue como o Calcanhar de Aquiles do Apple Watch, isso porque a Apple ainda não trabalhou para aumentar a autonomia do Series 8. Dessa forma, não espere que ele passe muito de dois dias de uso leve.

Aqui, eu ativei o recurso de notificações do Telegram e usei ele para monitorar casualmente meus passos. Também ativei a tela com frequência para ver as horas e “brincar” bastante com as opções de mostradores disponíveis para o vestível. Com esse perfil de uso, a bateria durou em média de um a um dia e meio de uso.

O carregamento é feito sem fio por uma base magnética padrão da Apple. Para usá-la, basta encaixá-la na parte inferior do mostrador. O tempo de carregamento é de aproximadamente uma hora para ir de 15 a 100%.

Conectividade

Continua após a publicidade

O Apple Watch Series 8 chega ao mercado com duas versões diferentes: a GPS e a GPS + Cellular. A primeira permite que ele se conecte à rede para envio e recebimento de mensagens e ligações somente quando estiver pareado ao iPhone por Bluetooth ou Wi-Fi.

Já a segunda oferece conectividade com rede móvel graças ao e-SIM integrado. Dessa forma, ele pode se conectar às redes da Vivo, Claro ou TIM, desde que seu plano tenha suporte à tecnologia de chip virtual.

A conectividade dele com o iPhone é feita por Bluetooth ou Wi-Fi, e o pareamento é direto pelo aplicativo Watch, que já é instalado de fábrica nos celulares da Apple. É importante deixar claro que ele não é compatível com outros sistemas operacionais, então só pode ser pareado com celulares da própria Maçã.

Continua após a publicidade

Concorrente direto

O principal concorrente do Apple Watch Series 8 é o Galaxy Watch 5 Pro. Antes de entrar no mérito de qual é melhor — ou pelo menos tentar chegar a uma resposta perto disso — já é importante frisar o óbvio: se você tem um iPhone, a escolha evidente é pelo Apple Watch, ao passo que o modelo da Samsung é compatível com qualquer Android mais recente.

Dito isso, vamos aos pontos de comparação. A Samsung finalmente começou a dar atenção para a autonomia e melhorou bastante a duração do Galaxy Watch 5 Pro, que agora pode chegar a três dias de uso com mais tranquilidade. Antes, os modelos da sul-coreana ficavam na mesma média do rival norte-americano.

Já o Apple Watch tem uma integração bem maior com o celular e o ecossistema da sua fabricante, o que o torna uma opção mais atrativa para quem quer mais liberdade e não depender tanto de deixar o relógio conectado ao celular 24 horas por dia. Você pode até ver as fotos tiradas no iPhone e armazenadas no iCloud pela tela do relógio.

Continua após a publicidade

Em relação ao acompanhamento físico, os dois ficam quase em um “empate”. Ambos são muito precisos para acompanhar suas atividades e oferecem recursos similares, como ECG, spO2 e frequência cardíaca, mas o Galaxy Watch ainda tem um “plus”, que é seu registro de composição corporal e pressão arterial.

Por fim, mas não menos importante, o preço de lançamento do Series 8 é de R$ 5,3 mil para o modelo mais simples. Já o Galaxy Watch 5 Pro custa cerca de R$ 4 mil no site oficial da Samsung.

Apple Watch Series 8 | Melhorias ainda não justificam o upgrade

O Apple Watch Series 8 é, sem dúvidas, um excelente relógio inteligente e um ótimo companheiro para suas atividades físicas. Ele oferece recursos de monitoramento bem avançados e pode acompanhar com bastante fidelidade os seus exercícios.

Uma das principais novidades é o sensor de temperatura, que dá um controle maior sobre a saúde feminina e permite acompanhar de forma mais detalhada o ciclo menstrual e o período fértil. Além dessa função, o alerta de acidentes também é um aspecto positivo na nova geração.

No entanto, essas novidades não justificam você partir de um Apple Watch Series 7 para um Apple Watch Series 8.

O avanço é bem tímido, e ainda não justifica seu preço. Dessa forma, a melhor escolha é um Series 7, que custa entre R$ 3.500 e R$ 5.000 — bem menos que a faixa de lançamento do Series 8.