Review Gamesir X2 | ótimo companheiro para jogar no celular

Por Bruno Bertonzin | Editado por Léo Müller | 08 de Dezembro de 2021 às 10h00
Ivo Meneghel Jr/ Canaltech

Em maio deste ano, a GameSir lançou um novo modelo de controle para dispositivos móveis, como celulares e tablets: o GameSir X2. A nova geração do dispositivo chegou ao mercado em três versões — uma com conexão USB-C, uma com conexão Lightning e uma terceira que pode ser pareada via Bluetooth.

Recebemos para análise a edição Bluetooth, que é compatível tanto com celulares Android quanto iOS e, portanto, é voltada para um público maior.

Neste review, vamos mostrar os principais aspectos do gadget — sua conectividade com o smartphone e compatibilidade com jogos populares, a jogabilidade com o acessório, o conforto durante o uso e, principalmente, se vale a pena a compra.

Prós

  • Bateria de boa duração
  • Experiência de jogo sem lag
  • Funciona com Android e iOS

Contras

  • Aplicativo não reconhecido pela Play Store
  • Desempenho zero quando conectado ao app

Design

O GameSir X2 possui um design que lembra um pouco os joy-cons do Nintendo Switch, com a diferença óbvia que os dois lados do controle para dispositivos móveis são ligados um ao outro por um suporte, que serve para encaixar o celular.

Esse suporte, por sua vez, pode ser estendido para um perfeito encaixe do smartphone e seu tamanho permite fixar aparelhos com até 173 mm de altura — o suficiente para a maioria dos smartphones, mas que ainda deixa de fora dispositivos grandões, como o Lenovo Legion Phone Duel 2.

Também fiz um teste com o Infinix Note 10 Pro — que tem 172,8 mm de altura e ele encaixou “no limite”. Então é provável que modelos do tamanho do ROG Phone 5 Pro — que tem exatos 173 mm — também não caibam.

É claro, ainda é possível jogar com esses dispositivos em um suporte externo, mas não será possível encaixá-los no GameSir X2.

GameSir X2 Bluetooth tem acabamentos emborrachado para aumentar o conforto (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

Todas as superfícies do controle contam com um acabamento em borracha, e as laterais são ainda mais macias para acomodar o dispositivo e evitar danos como riscos em suas extremidades. Na traseira, ele tem apenas o logo da marca e dois pedaços de borracha em cada lado para oferecer mais conforto e segurança durante os jogos.

Em relação aos controles, ele conta com um d-pad, um direcional analógico e duas teclas de funções do lado esquerdo — uma delas destinada para capturar screenshots no telefone —, enquanto do lado direito tem mais um direcional analógico, mais duas teclas de funções e quatro botões de ações nas letras A, B, X e Y.

Na parte superior, o controle GameSir X2 tem quatro gatilhos no formato L1, L2, R1 e R2 e a tecla de energia do gadget é posicionada na parte inferior, ao lado de um conector USB-C para carregamento.

Usabilidade e conforto

A jogabilidade com o GameSir X2 é muito boa e a posição de cada botão e dos analógicos contribuem bastante para melhorar o conforto durante horas de gameplay, assim como o acabamento em borracha nas duas laterais traseiras do gamepad.

O reconhecimento automático do controle após o pareamento com o celular também é um grande destaque e é possível não só jogar com ele, mas também navegar pelos menus do smartphone. É claro que não é tão intuitivo, e algumas funções não são bem executadas, mas esse não é o foco do dispositivo.

Dentro de games compatíveis, como GTA: San Andreas, ele funciona perfeitamente e não é necessário fazer nenhuma configuração extra dentro do jogo. Basta conectar o dispositivo ao celular por Bluetooth e acessar o jogo que ele já será reconhecido.

Além de Grand Theft Auto, também testei o GameSir com Asphalt 9 e todos os comandos parecem ser executados da mesma forma. No entanto, títulos populares como COD Mobile, FIFA ou PES Mobile não reconhecem o acessório e não é possível utilizá-lo. Já o PUBG até reconhece o dispositivo, mas não são todos os botões que funcionam e é praticamente impossível jogar com ele.

GameSir X2 Bluetooth tem desempenho sem lags durante jogos (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

Além do reconhecimento automático das teclas, a experiência de jogo, em si, também é boa, mas algumas vezes a sensibilidade do joystick principal parece muito alta e acaba “virando” muito os personagens dentro do jogo. Por algum motivo, isso ficou ainda mais perceptível quando tentei espelhar a tela do celular para a TV. Neste caso, a jogabilidade ficou muito ruim.

No geral, porém, sem tentar espelhar a tela e jogando direto no celular, é possível ter uma boa experiência de jogo, e o gamepad não deixa a desejar neste aspecto.

"A performance com zero lags é um grande destaque do GameSir X2 e contribui para uma experiência de jogo agradável."

— Bruno Bertonzin

Conectividade e compatibilidade

A versão Bluetooth do GameSir X2 é compatível tanto com dispositivos Android a partir do 9.0 quanto com iPhone a partir do iOS 13. Aqui, testei com um POCO X3 GT e Xiaomi Mi 9T, ambos com o Android 11 instalado, e consegui parear o controle normalmente.

O gamepad não depende de um aplicativo específico para conexão — basta parear nas configurações de Bluetooth do celular. Ele até tem um app para smartphones, que permite gerenciar algumas funções do acessório — como mapeamento —, acompanhar o nível de bateria com mais precisão e ver jogos disponíveis para download. Mas o uso não é obrigatório.

No entanto, é necessário baixá-lo por fora da Play Store e, por algum motivo, o sistema de segurança da loja do Android bloqueia a instalação, sendo necessário desativar o Play Protect.

Após instalar o aplicativo, porém, a conexão do controle com o celular começa a apresentar alguns bugs e fica difícil utilizar o gamepad. Quando um jogo é minimizado, por exemplo, ele para de reconhecer o controle após voltar para sua tela e é necessário fechar o aplicativo, desconectar e conectar o controle e reabrir o game para voltar a funcionar.

Essa falha chegou ao ponto de eu precisar reiniciar o celular, e qualquer toque na tela fazia com que o controle parasse de funcionar, sendo necessário repetir o processo de desligar e ligar o telefone. Voltou a ficar normal só depois de desinstalar a aplicação.

GameSir X2 Bluetooth tem compatibilidade com vários games mobile (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

Em relação aos jogos compatíveis, a marca garante compatibilidade com uma boa variedade de títulos, e na página de vendas oficial no AliExpress é possível ver todos os games confirmados, além de outros com suporte para controles físicos e podem funcionar no GameSir X2.

Entre os que eu testei e funcionou estão o GTA San Andreas, Asphalt 9, Last Day on Earth, Modern Combat 5 e Sonic 4. Em todos eles, o GameSir apresentou uma boa performance e os jogos reconheceram o controle automaticamente, sem precisar de nenhuma configuração adicional.

Emulação

O GameSir X2 também parece ser uma peça fundamental para utilizar o principal emulador de Nintendo Switch para Android. Em alguns fóruns e comunidades sobre o assunto, vários usuários relatam que o dispositivo é o único suportado no aplicativo, o que torna isso um grande diferencial do gamepad.

No entanto, por se tratar de uma ferramenta não oficial que não é aprovada pela fabricante japonesa de consoles, eu não realizei os testes com essa plataforma.

"A compatibilidade com Android e iOS é um destaque para o controle, já que não é preciso comprar nenhum adaptador, enquanto as demais versões possuem conectores específicos com USB-C ou Lightning"

— Bruno Bertonzin

Bateria

O GameSir X2 é alimentado por uma bateria de 500 mAh que, segundo a marca, oferece uma “experiência de jogos sem parar de longa data”. A GameSir não especifica quanto tempo o gamepad dura com uma única carga, mas, em meus testes, pude jogar por mais de duas horas e ainda sobrou 75% de bateria para mais jogos.

Com um cálculo básico, é possível esperar que o controle tenha uma autonomia para cerca de oito horas de jogo ou até mais, considerando que também passei um bom tempo mexendo no aplicativo dele sem jogar.

Concorrentes

Entre os possíveis concorrentes do GameSir X2 Bluetooth é possível encontrar alguns rivais que estão na mesma faixa de preço, como o Razer Kishi (R$ 700- R$ 800), Razer Rz06 (R$ 500 - R$ 600) ou o Ipega Tomshin PG-SW038A (R$ 100 - R$ 200).

Já se o gamer quiser optar por outro dispositivo da mesma fabricante, existem as variantes do GameSir X2. Elas não contam com conexão Bluetooth, mas possuem um conector dedicado USB-C para Android ou Lightning para iPhone.

Os dois modelos da Razer possuem a vantagem de serem encontrados mais facilmente no mercado nacional e com entrega mais rápida, enquanto as três versões do GameSir X2 e o Ipega só são adquiridos via importação.

Por outro lado, o GameSir X2 Bluetooth tem a vantagem de ser o único modelo compatível com emulador de Switch, mas para quem quer um controle apenas para jogos “tradicionais”, esse não é um fator muito relevante.

O GameSir X2, o Ipega e o Razer Rz06 possuem a vantagem de ter uma bateria interna — este último até promete uma duração de até 100 horas — enquanto o Razer Kishi é alimentado por pilhas, o que é uma grande desvantagem neste segmento.

Por fim, os modelos da GameSir dedicados para iPhone ou Android não possuem bateria interna e são alimentados direto pelo conector no smartphone, o que pode ser uma desvantagem para quem tem celulares com pouca autonomia.

Conclusão

O GameSir X2 é um ótimo acessório para melhorar a experiência gamer em dispositivos móveis. Ele conta com um bom desempenho durante os jogos e oferece uma experiência livre de lags e atrasos entre o conteúdo reproduzido na tela e as teclas que são pressionadas no gamepad.

A performance da bateria também é um atrativo para quem pensa em adquirir o gamepad. Na minha experiência, pude jogar por várias horas tranquilamente e ainda sobrou bastante carga para mais jogatina.

GameSir X2 Bluetooth é encontrado na loja oficial da marca no AliExpress (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

A dificuldade em utilizar o aplicativo oficial, no entanto, é um belo banho de água fria — para quem gosta de mapear as teclas ou alterar as funções de cada uma, acaba sendo difícil jogar com ele. Sem falar no fato de o sistema de segurança da Play Store tentar barrar a instalação por se tratar de uma possível ameaça ao celular.

A performance da bateria também é um atrativo para quem pensa em adquirir o gamepad. Na minha experiência, pude jogar por várias horas tranquilamente e ainda sobrou bastante carga para mais jogatina.

A dificuldade em utilizar o aplicativo oficial, no entanto, é um belo banho de água fria — para quem gosta de mapear as teclas ou alterar as funções de cada uma, acaba sendo difícil jogar com ele. Sem falar no fato de o sistema de segurança da Play Store tentar barrar a instalação por se tratar de uma possível ameaça ao celular.

De qualquer forma, é possível jogar normalmente sem a aplicação, desde que o usuário queira apenas aproveitar os jogos da forma como são liberados, sem mapear os botões. Com isso, o GameSir X2 se torna um ótimo companheiro para os gamers mobile.

O gamepad é encontrado por US$ 59,99 (cerca de R$ 337 em conversão direta) na página oficial da GameSir — que faz a importação pro Brasil — mas também pode ser adquirido na página oficial da marca no AliExpress, com valores entre R$ 300 e R$ 800.