Apple trabalha no chip M2 Max com até 38 núcleos de GPU para equipar MacBook Pro

Apple trabalha no chip M2 Max com até 38 núcleos de GPU para equipar MacBook Pro

Por Victor Carvalho | Editado por Wallace Moté | 10 de Junho de 2022 às 15h50
Apple

Um ano e meio após o lançamento do Apple M1, primeiro chip proprietário da Apple focado em computadores, a Gigante de Cupertino apresentou o M2 abrindo caminho para a nova geração dos poderosos, eficientes e compactos processadores da empresa. E possíveis detalhes sobre o M2 Max já foram comentados, mesmo que ainda faltem meses para o anúncio oficial.

No artigo que descreveu o desenvolvimento de novos MacBook Air de 15 polegadas e um modelo compacto com tela de 12 polegadas, o jornalista Mark Gurman do Bloomberg cita que o chip M2 Max irá equipar as versões mais poderosas dos novos MacBook Pro, oferecendo até 12 núcleos de CPU e até 38 núcleos de GPU.

Sucessores do M1 Pro e M1 Max devem utilizar litografia de 3 nanômetros para salto de desempenho e eficiência (Imagem: Reprodução/Apple)

O salto é modesto em relação à configuração máxima de 10 núcleos de CPU e 32 núcleos de GPU presente no M1 Max do MacBook Pro de 16 polegadas. Porém, a fabricação de 3 nanômetros deve resultar em avanços significativos quando comparada com a dos atuais chips de 5 nanômetros.

Tal mudança permitirá que mais transistores sejam condensados em um espaço menor, diminuindo o espaço entre circuitos e, como consequência, oferecendo maior velocidade, desempenho superior e menor consumo de energia.

Foco dos próximos modelos da linha MacBook Pro deve ser em melhorias internas (Imagem: Reprodução/Apple)

Não foram compartilhados detalhes sobre as especificações base do processador — cuja versão do M1 Max está presente apenas no Mac Studio e conta com 10 núcleos de CPU e 24 núcleos de GPU —, e nem mesmo foram comentadas informações sobre o chip M2 Pro, processador que também pode equipar o Mac Mini e iPad Pro.

Como foi reportado há meses, a Apple já desenvolve os processadores da linha M3 com lançamento para os próximos anos, mirando a chegada do futuro iMac Pro e produtos ainda mais potentes.

Dependendo dos planos da Apple, o anúncio dos novos MacBook Pro e dos chips M2 Pro e M2 Max deve acontecer entre o fim de 2022 e início de 2023.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.