Intel vende negócio de memórias NAND para SK Hynix por US$ 9 bilhões

Por Wagner Wakka | 20 de Outubro de 2020 às 11h55
The Street
Tudo sobre

Intel

Saiba tudo sobre Intel

Ver mais

A Intel fechou nesta segunda-feira (19) um acordo para vender seu negócio de memórias flash NAND para a SK Hynix por US$ 9 bilhões. A movimentação da norte-americana seria para focar nas memórias Optane, cujo investimento e retorno são maiores por trabalhar com tecnologia de ponta.

Por outro lado, isso revela a força da SK Hynix, batendo o recorde de compra nos últimos anos. Em 2017, ela investiu US$ 3,6 bilhões na Kioxia, uma das suas concorrentes.

A negociação com a Intel inclui ainda os negócios de SSD, componentes e tecnologia NAND, além da fábrica da empresa em Dalian, na China. O setor registrou perdas por quatro anos consecutivos. Somente agora, no primeiro semestre de 2020, os negócios começaram a se equilibrar.

As memórias NAND são componentes centrais para um dos principais mercados atuais: o de computação em nuvem. Os componentes são usados para armazenamento de dados em servidores de datacenters e também de forma local em smartphones. Apesar da aquisição, os preços das ações da SK Hynix sofreram queda de 2%. A percepção do mercado é que o negócio foi fechado a um preço alto demais.

Apesar de também registrar prejuízos com a tecnologia NAND, a SK Hynix está apostando na demanda pós-COVID. O setor viu um grande crescimento desde abril, o que ajudou a levantar os números, também positivos pela primeira vez nos últimos quatro anos, assim como os da Intel.

Atualmente, a SK Hynix tem 11,7% do setor, junto à Intel, com 11,5%. A Kioxia segue adiante com 17,2%. O objetivo da SK Hynix é unir forças para combater a Samsung, atualmente com 31,4% da fatia de mercado.

Fonte: Venture Beat

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.