BYD coloca seus ônibus elétricos articulados para rodar em São Paulo

BYD coloca seus ônibus elétricos articulados para rodar em São Paulo

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 09 de Novembro de 2021 às 15h40
Divulgação/Claudio Vieira, PMSJC

A BYD, fabricante chinesa que está começando a ganhar terreno no Brasil com carros elétricos, também está voltada para a mobilidade urbana e, no último domingo (7), entregou os primeiros 12 ônibus elétricos articulados, ou VLPs (Veículo Leve sobre Pneus), à Prefeitura de São José dos Campos. A cidade localizada no Vale do Paraíba, região do interior paulista, comemorou ter “acordado mais moderna e inteligente”.

“O futuro chegou mais cedo e sem fazer barulho”, publicou a prefeitura em seu site oficial, anunciando a chegada da caravana que, em breve, integrará a frota de transporte público da cidade. Os 12 ônibus elétricos articulados percorrerão a chamada Linha Verde da cidade.

Os ônibus articulados elétricos adquiridos pela prefeitura junto à BYD têm propulsão elétrica, não emitem gases nocivos, são mais econômicos, com menor custo de manutenção e melhor desempenho. Além disso, são dotados com tecnologias de biossegurança, exigidas pela Prefeitura no projeto - um sistema UV-C de desinfecção do ar instalado no ar-condicionado, acabamento com aditivos antimicrobianos nas poltronas, balaústres e pega-mãos.

Autonomia e conforto

Imagem: Divulgação/BYD

Os 12 VLPs que farão parte da frota de transporte público de São José dos Campos também unirão conforto e autonomia, segundo a administração municipal. A promessa é que eles rodem até 250 quilômetros com uma única carga e fiquem prontos para o trabalho novamente após três horas recarregando.

Por dentro, os 168 passageiros que poderão ser acomodados em cada um dos ônibus elétricos articulados deverão ter uma experiência agradável. Os VLPs entregues pela BYD têm poltronas estofadas com apoio de cabeça e ainda contam com entradas USB.

A tecnologia também ajudará aos motoristas, já que os espelhos retrovisores foram substituídos por duas câmeras de alta definição, que cobrem um campo de visão maior e permitem que o motorista veja pontos cegos e tenha facilidade de manobra. E por falar em câmeras, para maior segurança dos usuários, os veículos têm seis câmeras de alta definição, duas delas com infravermelho.

Fonte: Prefeitura São José dos Campos

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.