Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

TikTok vai lutar contra banimento nos EUA, diz CEO

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 25 de Abril de 2024 às 10h25

Link copiado!

Solen Feyissa/Unsplash
Solen Feyissa/Unsplash
Tudo sobre TikTok

O CEO do TikTok, Shou Zi Chew, publicou um vídeo nessa quarta-feira (24) em resposta à aprovação de uma lei nos Estados Unidos que pode banir a plataforma do país. O executivo declarou que a empresa vai lutar nos tribunais para garantir a continuidade do serviço no território estadunidense e que a medida do governo Biden fere a liberdade de expressão de 170 mihões de cidadãos do país norte-americano.

A lei assinada pelo presidente Joe Biden nesta semana dá um prazo de nove meses para que a proprietária do TikTok, a chinesa ByteDance, venda seus ativos nos Estados Unidos para uma empresa de confiança a fim de manter a sua operação no país.

TikTok vai lutar, diz executivo

Continua após a publicidade

Segundo Shou, a legislação tem como principal objetivo ]banir o TikTok nos Estados Unidos. “Não tenha dúvida, isso é um banimento — um banimento do TikTok, um banimento contra você e a sua voz”, disse o CEO.

No seu discurso, de cerca de dois minutos, o executivo informa que vai lutar no tribunal pelos direitos dos usuários norte-americanos de acesso à plataforma e diz que a própria Constituição dos EUA está a seu favor.

“Chega a ser irônico porque a liberdade de expressão no TikTok reflete os mesmos valores norte-americanos que fazem os Estados Unidos serem um farol de liberdade” provoca Shou.

Confira a declaração na íntegra do CEO do TikTok no vídeo abaixo:

TikTok vai ser banido?

A lei aprovada nos Estados Unidos que pode tirar o TikTok do ar no país está relacionada à tensão diplomática do país liderado por Joe Biden com a China e ao temor de que o aplicativo seja usado para coletar dados de estadunidenses por parte de Pequim.

Para saber mais sobre o caso, veja o que está em jogo na lei que pode banir o TikTok dos Estados Unidos.