Rafael Steinhauser deixa a presidência da Qualcomm na AL

Por Redação | 01 de Julho de 2020 às 14h46
Convergência Latina
Tudo sobre

Qualcomm

Saiba tudo sobre Qualcomm

Ver mais

Rafael Steinhauser não é mais presidente da Qualcomm no Brasil e na América Latina. O executivo informou nesta terça-feira (30), em um comunicado, que encerrou seu segundo ciclo à frente da companhia. Rafael foi vice-presidente da companhina, de 1994 a 1999, e retornou em 2011, permanecendo até este momento. Ele foi o primeiro funcionário da Qualcomm no Brasil, para defender a tecnologia CDMA para a telefonia móvel.

No comunicado, Steinhauser diz que participou de grandes conquistas, como a construção da primeira rede nacional de infraestrutura celular da Qualcomm, no Chile e a adoção do padrão CDMA na América Latina, a primeira fábrica de celulares da empresa fora dos EUA. Ele também gerenciou a operação de telefonia fixa Vésper, a aceleração da adoção de Smartphones no Brasil, a plataforma celular de cobrança reversa e o primeiro celular de tecnologia SiP do mundo junto com a Asus em 2019. Em 2020, o executivo esteve à frente do Centro para a Quarta Revolução Industrial C4IR junto ao WEF, e do Fundo de IoT em colaboração com o BNDES.

Oficialmente, a Qualcomm ainda não se pronunciou sobre a troca de comando no Brasil.

Fonte: Convergência Digital

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.