Publicidade

NVIDIA supera a Apple em valor de mercado mas recua em menos de 24h

Por| Editado por Jones Oliveira | 06 de Junho de 2024 às 20h02

Link copiado!

NVIDIA / Divulgação
NVIDIA / Divulgação

Fortemente impulsionada pelo atual momento da Era da Inteligência Artificial, a fabricante de chips NVIDIA encerrou as cotações da última quarta-feira (5) avaliada em US$ 3,012 trilhões. Com o novo recorde, a gigante que começa a ditar a nova revolução industrial chegou a superar em US$ 9 bilhões a Apple em valor de mercado, assumindo a segunda posição como empresa de tecnologia mais bem avaliada do mundo. Mas isso durou menos de 24 horas.

A empresa chegou a ficar atrás apenas da Microsoft, com valoração estimada em US$ 3,15 trilhões. Por mais que a NVIDIA esteja em um crescente relativamente forte movida pelo boom da IA, ela ainda precisa crescer cerca de US$ 140 bilhões para alcançar a primeira posição, feito possível, mas consideravelmente complexo.

Contudo, nesta quinta-feira (6), as ações da fabricante de chips recuaram 1,18%, e, segundo dados da Bloomberg, terminou o dia em Nova York avaliada em US$ 2,97 bilhões, enquanto a Apple fechou cotada em US$ 2,98 bilhões. O dia foi de cautela, pois ambas as companhias fecharam o pregão em queda.

Continua após a publicidade

Ainda assim, o momento da NVIDIA é visto com bons olhos pelos investidores, já que seus papéis acumulam valorização de 144,33% no ano na Nasdaq, enquanto a Apple subiu apenas 1,0!% no mesmo período — ou seja, há chances de a fabricante de chips superar a Maçã nesta sexta-feira (7).

Isso porque, apesar de não atuar diretamente no segmento de hardware, a Microsoft também é uma das principais players movendo o mercado de IA com suas parcerias para embarcar soluções locais de Inteligência Artificial com o Copilot e outras ferramentas de uso geral

Posições de mercado atreladas

Mais que isso, ela está investindo em expandir o alcance de suas soluções de softwares e serviços para além da arquitetura x86, investindo em otimizações para ARM. Por conta desse ponto específico, é bem provável que, em breve, as posições de mercado da NVIDIA e Microsoft passem a se retroalimentar, uma vez que gigante das GPUs está prestes a apresentar seus AI PCs com processadores próprios e em arquitetura ARM.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Dessa forma, dependendo de quanto essa inovação representar para o crescimento futuro da NVIDIA, ela paralelamente também impulsione a receita da Microsoft.

*(Com a colaboração de Claudio Yuge)

Continua após a publicidade

Fonte: Financial Times