Google quer manter funcionários em casa até abril devido ao novo coronavírus

Por Claudio Yuge | 10 de Março de 2020 às 22h00
Mundo en Positivo
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

O Google enviou nesta terça-feira (10) um memorando a todos os seus funcionários da América do Norte, recomendando que eles trabalhem em home office até pelo menos 10 de abril devido ao novo coronavírus (SARS-CoV-2). A companhia já havia dito aos colaboradores da área da baía de São Francisco e Seattle para ficarem em casa, e agora estende a recomendação a todos os seus empregados norte-americanos.

Os escritórios do Google permanecerão abertos para aqueles que precisem estar fisicamente presentes. O CEO Sundar Pichai também pediu às pessoas para evitarem contato próximo, em um tweet veiculado hoje. “Contribuir para o distanciamento social, caso você possa, ajuda a comunidade em geral a se espalhar e, o que é mais importante, ajudará a compensar o pico de atendimento em sistemas críticos de saúde e também salvará para as pessoas necessitadas (com base em conselhos de especialistas)”, disse.

No domingo, o CEO da Apple, Tim Cook, incentivou funcionários de vários de seus escritórios globais a atuarem remotamente "se o seu serviço permitir", no período entre 9 e 13 de março. E na semana passada, tanto a Maçã quanto outras empresas de tecnologia, a exemplo do Facebook e da Microsoft, pediram que seus colaboradores na baía de São Francisco e Seattle ficassem em casa.

O Google também concederá licença especial aos contratados temporários e fornecedores de todo o mundo, caso tenham que se ausentar por causa da COVID-19, por meio de um novo fundo, anunciado em seu blog durante a tarde. "Esse fundo significa que os membros de nossa força de trabalho estendida serão compensados ​​pelo horário normal de trabalho" se tiverem sintomas da doença ou se estiveram em quarentena. Na sexta-feira passada (6), a companhia de Mountain View confirmou que daria aos horistas seu salário regular se eles precisassem faltar devido ao novo coronavírus.

Fonte: The Verge  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.