Galaxy S6 faz Samsung desbancar Apple e liderar mercado de smartphones nos EUA

Por Redação | 02 de Julho de 2015 às 12h34

A ideia de que o Galaxy S6 ajudaria a Samsung a recuperar sua posição de destaque no mercado de smartphones não poderia estar mais correta. De acordo com dados da Kantar Worldpanel ComTech, o aparelho foi responsável por levar a marca de volta à liderança no ranking de fabricantes dos Estados Unidos, com 55% de participação naquele mercado.

Os dados avaliados entre os meses de março e maio de 2015 colocaram o Galaxy S6, em suas duas versões, como o terceiro aparelho mais vendido, atrás apenas do iPhone 6 e do Galaxy S5. O antecessor, com sua queda de preço, tornou-se uma opção mais atrativa para quem não estava a fim de gastar muito, o que justifica sua permanência na primeira colocação.

Mas não foi apenas a marca sul-coreana que comemorou. O sucesso do novo modelo da empresa também ajudou o sistema operacional Android a recuperar o market share perdido desde o final do ano passado, com a chegada dos novos dispositivos da Apple. A plataforma roda, agora, em 64,9% dos dispositivos móveis em operação nos Estados Unidos. De todos eles, 55% são da Samsung, que também registrou um aumento de 3% nesse quesito.

E se novos usuários de Android entraram, claro, alguns de iOS tiveram que sair. No mesmo período, a fatia de mercado do sistema operacional da Apple caiu, apesar da demanda pelos modelos mais recentes da companhia continuar forte. A Kantar espera, agora, uma redução ainda maior nesse número, não pela perda de interesse ou preferência pela concorrência, mas pela antecipação do lançamento das novas versões do iPhone.

Além disso, a consultoria ressalta que tais movimentos ocorreram apenas nos Estados Unidos, um mercado que apresenta tendências muito mais voláteis que o restante dos territórios desenvolvidos. Na Europa, por exemplo, a demanda pelo iPhone 6 continua forte a ponto de reduzir ainda mais a fatia de mercado do Android, em cerca de 2,9%, mesmo com a chegada do Samsung Galaxy S6 como principal concorrente.

O mesmo vale também para a China, onde a presença recém-chegada da Apple continua fazendo a cabeça dos aficionados por tecnologia. Por lá, a empresa foi a que mais vendeu dispositivos entre março e maio deste ano, deixando para trás a Huawei e a Xiaomi. Aqui, porém, a briga é boa, já que as duas estão separadas por apenas 0,5%.

Fonte: Kantar Worldpanel ComTech

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.