Brasileiros pretendem comprar menos com dinheiro em espécie, aponta pesquisa

Por Claudio Yuge | 06 de Julho de 2020 às 23h20
Code Money

A pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) tem mudado bastante os hábitos dos consumidores, que vêm optando por diferentes tipos de compra para driblar o contato físico e diminuir os riscos de contaminação. Agora, uma pesquisa realizada pela MasterCard mostra que esse comportamento deve ser mantido, mesmo com a COVID-19 controlada no futuro.

Segundo o levantamento, mais da metade dos brasileiros (53%) dizem que pretendem comprar menos com dinheiro em espécie e 52% afirmam que devem comprar mais on-line. E mais: o estudo revelou que 63% dos usuários no país veem o pagamento por aproximação (também conhecido por NFC) como uma tendência que veio para ficar.

As informações foram divulgadas pela bandeira de cartões de crédito e débito nesta segunda-feira (6), com os resultados obtidos por meio de uma coleta de dados junto a 6.750 pessoas de 15 países, entre eles o Brasil. A pesquisa foi realizada entre os dias 27 de abril e 17 de maio, para analisar os impactos da crise do coronavírus nos meios de pagamento e no comércio eletrônico.

Fonte: Mobile Time  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.