Apple vendeu mais smartphones que a Samsung no último trimestre

Por Redação | 01.02.2017 às 09:58 - atualizado em 01.02.2017 às 10:26
photo_camera DepositPhotos/ifeelstock

Imagem: DepositPhotos/ifeelstock

A Apple reportou na noite desta terça-feira (31) os resultados financeiros referentes ao último trimestre de 2016 e a grande estrela foi o iPhone. E as vendas do smartphone não só engordaram a conta bancária da Maçã como também a fizeram ultrapassar a Samsung em quantidade de vendas.

Quem fez o comparativo do volume de vendas das duas empresas foi a Strategy Analytics. Segundo ela, a Apple despachou 78,3 milhões de iPhones nos últimos três meses de 2016, 800 mil a mais que a Samsung. Com isso Cupertino abocanhou 17,8% do mercado mundial de smartphones no trimestre, enquanto a sul-coreana ficou com 17,7% e 77,5 milhões de aparelhos vendidos.

Apesar da boa notícia, a analista de mercado ressalta que a ultrapassagem só foi possível por causa dos problemas apresentados pelo Galaxy Note7. Com o modelo explodindo nas mãos dos usuários, muita gente perdeu a confiança na Samsung e decidiu por trocar seus aparelhos por um iPhone. E esse foi um movimento flagrante principalmente em mercados emergentes, mais notoriamente na China, onde cada vez mais pessoas estão interessadas no gadget norte-americano.

Mesmo com o aviso da Strategy Analytics de que o bom momento pode ser passageiro, Tim Cook demonstrou estar confiante. "Acredito que os smartphones ainda têm muito mercado", disse o executivo. "Os desenvolvedores de aplicativos ainda estão criando e ainda há muita coisa boa vindo por aí que está me deixando animado".

Para este ano a expectativa é que o iPhone 8 traga alguma inovação para a linha. As principais apostas são de que o aparelho venha com um design renovado e novos recursos para comemorar o décimo aniversário do gadget.

No caso da Samsung, que teve de recolher mais de 2,5 milhões de Galaxy Note7 no fim do ano passado e encerrar a produção do aparelho, todas as fichas foram apostadas no Galaxy S8. O topo de linha tem a gigantesca responsabilidade de tirar a mancha deixada por seu antecessor na marca sul-coreana e fazê-la lucrar novamente. Previsto para ser anunciado na segunda metade de março, agora ele também terá de desbancar a Apple e levar a Samsung de volta ao topo.

Fonte: Cult of Mac