Apple perde fatia de mercado para Huawei e vendas de iPhones caem 30,2%

Por Thaís Augusto | 01 de Maio de 2019 às 13h25
idownloadblog
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

As vendas globais de iPhones caíram 30,2% no primeiro trimestre deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado. Em 2019, as remessas da Apple foram de "apenas" 36,4 milhões de iPhones ante 52,2 milhões do trimestre de 2018.

Com o declínio, a Apple perde o segundo lugar em vendas de smartphones para a chinesa Huawei, que somou remessas de 59,1 milhões. As estimativas foram divulgadas nesta quarta-feira (1) pela consultoria IDC.

"Para a Apple, o primeiro trimestre foi desafiador: enquanto a fabricante se esforçava para conquistar consumidores nos principais mercados, os concorrentes consumiam a sua participação de mercado", comentou a IDC. "Os cortes de preços na China ao longo do trimestre e os acordos de troca ​​em muitos mercados não foram suficientes para encorajar os consumidores a se atualizarem. Combinando isso com o fato de que a maioria dos concorrentes lançará em breve telefones 5G e novos dispositivos dobráveis, o iPhone poderá enfrentar um difícil restante do ano".

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda de acordo com a IDC, o recente acordo da Apple com a Qualcomm é "visto como a luz no fim do túnel para 2020".

Vendas de iPhones cai 30,2% entre trimestres

Com os resultados, a Apple se torna a terceira maior fornecedora mundial de smartphones e a Huawei passa a ocupar o segundo lugar. A Samsung continua dominando o mercado com cerca de 71,9 milhões de smartphones vendidos no trimestre – mesmo com uma queda de 8,1% nas vendas do trimestre atual.

A participação de mercado da Samsung é de 23,1%. A Huawei, agora em segundo lugar, detém 19% de participação de mercado. Já a Apple conta com 11,7% de participação de mercado, ante 15,7% no mesmo trimestre do ano passado. As fabricantes Xiaomi, Vivo e OPPO aparecem na sequência.

Crescimento (e queda) das principais fabricanates de smartphones entre trimestres

Os resultados positivos da Huawei se devem ao forte crescimento na China, um mercado onde a Apple ainda enfrenta dificuldades, de acordo com dados anteriores da consultoria Canalys.

"Está ficando cada vez mais claro que a Huawei está focada no crescimento de sua estatura no mundo dos dispositivos móveis, com os smartphones sendo o seu líder", disse Ryan Reith, vice-presidente do programa IDC Worldwide Mobile Device Trackers. "O mercado global de smartphones continua a ser desafiado em quase todas as áreas, mas a Huawei conseguiu aumentar os embarques em 50%, não apenas significando um bom número em termos de participação de mercado, mas também diminuindo a diferença para a Samsung".

Como a Apple não fornece mais uma divisão das vendas unitárias do iPhone, iPad e Mac, as estimativas de mercado são a única maneira de obter um vislumbre de como as vendas de produtos da Apple estão se saindo.

As estimativas gerais de remessas de smartphones totalizaram 310,8 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2019, marcando o sexto trimestre consecutivo de queda.

Fonte: MacRumors

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.