Saindo do buraco: Kodak consegue empréstimo de US$ 793 mi para sanar dívidas

Por Redação | 13 de Novembro de 2012 às 11h45

A Kodak, antiga líder mundial no ramo da fotografia, conseguiu nesta segunda-feira (12) um acordo com alguns bancos norte-americanos e garantiu um empréstimo de US$ 793 milhões (cerca de R$ 1,6 bilhão) para sair da linha de falência, mas a empresa ainda terá que vender seu portfólio de mais de 1.100 patentes por US$ 500 milhões (R$ 1 bilhão) para colocar as mãos nesse dinheiro.

Há meses, o processo de venda das patentes da Kodak reúne algumas empresas como Google, Apple e Samsung, além de agregadores de patentes como RPX Corp e Intellectual Ventures. Entre os bancos financiadores do empréstimo estão o JP Morgan Securities e o UBS AG.

Filmes Kodak

A venda de suas patentes será um bom negócio para a Kodak se manter no mercado

A empresa não conseguiu se manter com a chegada da fotografia digital no mercado e entrou em um lítigio por patentes para tentar rejuvenescer seu negócio. A Kodak também tentou ampliar sua receita exigindo royalties sobre a tecnologia empregada nas câmeras digitais de smartphones, afirmando ser a proprietária do sistema utilizado.

Se as negociações forem concluídas com sucesso, a Kodak deverá retirar todas as ações judiciais movidas contra empresas de tecnologia sobre o uso de sua propriedade intelectual de forma inadequada.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.