Vulcão entra em erupção em Tonga e gera tsunami a partir do Oceano Pacífico

Vulcão entra em erupção em Tonga e gera tsunami a partir do Oceano Pacífico

Por Wyllian Torres | Editado por Patrícia Gnipper | 17 de Janeiro de 2022 às 11h28
Tonga Weather Service

O vulcão submarino Hunga Tonga-Hunga Haʻapai entrou em erupção ao sul do Pacífico, próximo ao país polinésio de Tonga, neste último sábado (15). A intensa onda de choque produziu tsunamis que atingiram boa parte das ilhas do Pacífico, mas, até o momento, não há registro de feridos.

A erupção do vulcão submarino produziu maremotos que atingiram principalmente os países mais próximos ao evento como as ilhas do Havaí, Japão e a maior ilha de Tonga, Tongatapu. Ainda assim, deixou sob alerta cidades da costa oeste dos Estados Unidos.

As imagens de satélite revelam a força da atividade vulcânica, enquanto uma coluna de cinzas se ergue a cerca de 30 km de altura, além das ondas de impacto se espalhando ao sul do Pacífico.

Segundo autoridades locais, não houve registro de feridos ou mortes relacionadas ao tsunami do final de semana. Em Tonga, o local mais afetado, barcos e grandes pedregulhos foram arrastados pela costa, onde também houve alagamentos.

Alerta de tsunami

Os efeitos da erupção submarina foram sentidos em muitas regiões costeiras banhados pelo Oceano Pacífico — onde se encontra o Círculo de Fogo, região conhecida por sua intensa atividade vulcânica e sísmica.

Partes da Nova Zelândia, Japão, EUA e do Canadá receberam ondas com mais de um metro de altura e seguiram em estado de alerta de tsunami. Isso significa que as pessoas foram orientadas a procurar os pontos mais altos para fugir do maremoto em potencial.

Um aviso de tsunami, no entanto, significa que as pessoas devem permanecer distantes da costa e fora do mar. Boa parte dos alertas e avisos foi suspensa no domingo (16), mas os locais banhados pelo Pacífico seguem monitorando a atividade do vulcão.

O vulcão Hunga Tonga-Hunga Haʻapai entrou pela primeira vez em erupção em março de 2009, criando uma superfície de terra com centenas de metros quadrados. Entre 2014 e 2015, uma nova atividade explosiva terminou de formar a nova porção terrestre.

Pode ser que nos próximos dias novas erupções voltem a acontecer com o vulcão, mas novos tsunamis dependem de como será a intensidade das atividades vulcânicas — caso voltem a se repetir.

Fonte: NOAA; Via BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.