Publicidade

O que é petróleo? | Como é formado e para que serve

Por| Editado por Luciana Zaramela | 15 de Dezembro de 2023 às 20h10

Link copiado!

Delfino Barboza/Unsplash
Delfino Barboza/Unsplash

Você sabe o que é petróleo? Trata-se de uma das principais fontes de energia do mundo, de grande impacto na economia global. O material é formado a partir da decomposição de microrganismos marinhos e restos de plantas, e conta em sua composição hidrocarbonetos (moléculas de carbono e hidrogênio).

Atualmente, o petróleo preocupa os cientistas por ser associado a impactos ambientais negativos, como a emissão de gases de efeito estufa. Por isso, a procura por fontes de energia mais limpas e sustentáveis tem sido cada vez maior.

Como é formado o petróleo

Continua após a publicidade

Para entender como é formado o petróleo, precisamos pensar em escalas de tempo geológicas muito extensas, da ordem de milhões de anos. O processo geológico por trás da formação da substância é definido em dois termos: diagênese e catagênese.

Conforme explica o órgão estadunidense Energy Information Administration, com o passar do tempo, os materiais que constituem o petróleo adquirem novas camadas de sedimentos. Essa matéria orgânica é então sepultada e sujeita à ação de microrganismos, que a decompõem em compostos orgânicos mais simples, como querogênio.

Vem então a diagênese, que é o processo pelo qual a matéria orgânica é transformada em querogênio sob pressão e temperatura elevadas. Com o tempo e o aumento da profundidade dos sedimentos, temos a catagênese, ou seja: quando o querogênio é submetido a temperaturas mais elevadas e pressões mais intensas.

O petróleo tem origem subterrânea e sobe até a superfície, por ser menos denso que as rochas que compõem a crosta terrestre. A substância também pode se acumular em bolsões subterrâneos conhecidos como reservatórios, onde fica armazenado por entre rochas e outros minerais.

Continua após a publicidade

No momento da exploração e extração de petróleo, é necessária a perfuração de poços (que podem estar localizados tanto sob terra firme, como abaixo do mar). As plataformas de petróleo, por exemplo, perfuram o solo para abrir o caminho por onde o óleo jorra e é coletado e armazenado, para depois ser levado às refinarias.

Já nas refinarias, a substância é processada para posteriormente ser transformada em diversos produtos, incluindo combustíveis e outros materiais largamente utilizados na indústria, como o plástico.

Qual a origem do petróleo?

Ao ter em mente qual a origem do petróleo, é válido lembrar que civilizações antigas, como os babilônios, assírios, egípcios e chineses usavam o recurso para diversas finalidades, incluindo iluminação, medicamentos e até mesmo a impermeabilização de barcos.

Continua após a publicidade

Para se ter uma noção, na Idade Média, na Europa, já havia a produção de petróleo a partir de poços naturais, e sua utilização era voltada para a iluminação de lâmpadas.

Foi com a Revolução Industrial que a demanda por fontes de energia cresceu rapidamente, e o petróleo passou a ser usado em larga escala para iluminação e como lubrificante.

Aliás, quando o assunto é petróleo, merece destaque o Oriente Médio, região com riqueza de grandes reservas, situadas principalmente na Arábia Saudita, Irã e Iraque. Toda a região é responsável por mais de 60% do petróleo existente no planeta.

Continua após a publicidade

Para que serve o petróleo?

Mas se é tão impactante para a economia, para que serve o petróleo? Para falar a verdade, há uma grande variedade de aplicações. É claro que a forma mais conhecida de utilização é como combustível — em motores de veículos, aviões e navios — e na geração de eletricidade.

A American Association of Petroleum Geologists explica que a produção de petróleo leva a resultados como a gasolina, o diesel, o querosene e o óleo combustível, mas que outros produtos são formados a partir do petróleo, como:

  • Lubrificantes usados em motores, máquinas e equipamentos industriais;
  • Solventes, fertilizantes, plásticos, resinas, adesivos e produtos de borracha;
  • Asfalto utilizado na construção de estradas e pavimentação;
  • Medicamentos e produtos farmacêuticos;
  • Materiais Sintéticos, como polímeros e fibras sintéticas;
  • Cosméticos, como cremes, loções e maquiagens.
Continua após a publicidade

Em muitos casos, o gás natural é encontrado junto a depósitos da substância. Esse recurso natural também é utilizado como combustível na indústria e no transporte, além de matéria-prima para a produção de produtos químicos.

Impactos do petróleo no meio ambiente

É importante lembrar que o petróleo, muito embora tenha diversas aplicações na indústria e seja importante para a economia global, também contribui para a poluição do ar. Como é um combustível fóssil, tem impacto direto nas emissões de gases de efeito estufa, como dióxido de carbono (CO2) e metano (CH4), que têm sido associadas às mudanças climáticas e ao aquecimento global.

Aliás, a extração de petróleo em terra muitas vezes requer desmatamento, o que acaba por degradar o solo e impactar a vida selvagem. Com isso, além de afetar vegetação e animais que vivem em rios e florestas, impacta também as comunidades humanas nas proximidades, que dependem de florestas e rios para sobreviver.

Continua após a publicidade

Outra questão diz respeito aos resíduos tóxicos resultantes do processo de refino do petróleo. A eliminação inadequada desses resíduos pode causar poluição do solo e da água, afetando ecossistemas e representando riscos à saúde.

Fonte: American Association of Petroleum Geologists, Energy Information Administration