Apple quer proibir a venda de 8 modelos de smartphones Samsung

Por Redação | 28 de Agosto de 2012 às 11h56

Depois de sua vitória sobre a Samsung em um processo sobre a quebra de patentes, a Apple agora planeja proibir a venda de oito modelos de smartphones fabricados pela empresa sul-coreana. Os modelos fazem parte da antiga geração da linha Galaxy, composta pelo Galaxy SII e Droid Charge.

A ação judicial movida pela Apple abrangeu 28 dispositivos da Samsung, porém, grande parte dos aparelhos não está mais disponível no mercado mundial. De acordo com o Ubergizmo, o Galaxy SIII não foi mencionado durante o julgamento do caso, mas o júri afirmou que elementos presentes no design do aparelho também infringiram patentes da companhia de Cupertino.

A empresa ainda poderá mover outra ação contra a Samsung pelo novo modelo da linha Galaxy, e até proibir sua venda em determinados mercados. "As provas e o peso do caso são fortemente a favor da Apple", afirmou o analista da Jeffries & Co, Peter Misek. "Esperamos que haja dois terços de chance de uma injunção contra os produtos da Samsung".

Segundo a Reuters, fontes ligadas ao processo afirmaram que a sul-coreana já trabalha em parceria com operadoras norte-americanas para fazer as modificações necessárias em seus aparelhos para evitar a perda de um forte mercado consumidor, como é caso dos Estados Unidos.

Na última sexta-feira (24), a Apple ganhou o processo contra a Samsung e deverá receber aproximadamente US$ 1,05 bilhão em danos. O processo entra agora em uma fase de pós-ensaio, onde a produtora do Galaxy poderá recorrer da decisão judicial.

E após três dias do anúncio do veredicto, as ações da Apple bateram um novo recorde ontem (27), atingindo US$ 680, já as ações da Samsung recuaram em torno de sete por cento.

Samsung vs Apple

A Apple deverá mover uma nova ação para proibir as vendas do Galaxy SIII, que não foi mencionado no processo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.