Ações da Samsung recuam 7% depois da vitória judicial da Apple

Por Redação | 27.08.2012 às 12:13

Três dias após o anúncio do veredicto da ação judicial sobre o infringimento de patentes entre Samsung e Apple, que beneficiou a empresa de Cupertino, a companhia sul-coreana viu suas ações recuarem em aproximadamente 7%, passando a valer US$ 78,38.

Este resultado representa o maior declínio da Samsung desde outubro de 2008, e levou a Bolsa de Valores de Kospi, na Coreia do Sul, a uma redução de 0,6 por cento.

De acordo com o CNET, o júri de San Jose, Califórnia, decidiu a batalha entre as duas gigantes da tecnologia a favor da Apple, que deverá receber US$ 1,05 bilhão em danos. Executivos da sul-coreana avaliaram a decisão judicial como o pior cenário para a empresa e prometeram recorrer.

O caso agora entra em um período de pós-ensaio, ou seja, a Samsung deverá recorrer da decisão e espera-se que a Apple entre com pedidos de proibição de vendas de produtos da sul-coreana que infrigiram seis das suas sete patentes apresentadas no processo. Ainda neste momento, a juíza Lucy Koh poderá rever o valor exigido pela Apple para cobrir suas despesas.

"Um ajuste nos próximos dias é inevitável já que os danos foram muito maiores do que a expectativa de mercado, e há mais incertezas, como a proibição de vendas", afirmou ao NDTV John Park, analista sênior da Daishin Securities.

No último trimestre fiscal, a Samsung anunciou rendimentos no valor de US$ 4,5 bilhões, garantindo a liderança no mercado de smartphones no período. Mas analistas afirmam que depois da decisão judicial, a renda anual de 2012 da companhia deve diminuir em até quatro por cento.

Samsung vs Apple

Analistas acreditam que o rendimento anual da Samsung deverá diminuir em até 4%