WWDC 2015: iOS 9 tem funções adicionais não mostradas pela Apple

Por Redação | 09 de Junho de 2015 às 10h50

Em quase duas horas de apresentação na tarde desta segunda-feira (08), a Apple exibiu ao mundo muitas novidades de software que estarão embarcadas em breve em seus produtos. Entre os anúncios, claro, estava o iOS 9, nova edição do sistema operacional mobile da empresa, cujos destaques foram dados ao Proactive, um novo sistema de busca integrada; e à adição de multitasking e divisão de tela no iPad.

Mas o tempo dedicado à plataforma não foi suficiente para que todas as adições fossem exibidas. Como sempre, ao final da fala sobre o sistema, a empresa exibiu um quadro rápido com todas as novidades e, sendo assim, acabou revelando aquilo que não foi comentado na keynote. Eventualmente, alguns destes aspectos acabaram comentados brevemente nos painéis dedicados a desenvolvedores, que aconteceram na sequência da apresentação principal.

Uma das grandes adições, que deve agradar bastante aos usuários de smartphones mais antigos: um sistema de otimização de aplicativos. Se acharem que devem, os desenvolvedores podem criar versões específicas de suas soluções para determinados equipamentos – mais ou menos como acontece hoje com o iPad e o iPhone – e permitir que os usuários tenham uma melhor experiência.

Dá para, por exemplo, criar uma edição que ocupe menos espaço interno ou que exija menos memória para ser utilizada. É uma boa adição quando se leva em conta que, pela primeira vez em muito tempo, o iOS não vai deixar de lado nenhum dos dispositivos mais antigos. Conforme anunciado pela Apple, todos os aparelhos que já rodam a versão 8 do iOS poderão rodar a nova versão e fazer o upgrade gratuito.

Funções iOS 9

Mais novidades serão acrescentadas também ao Swift, a linguagem de programação da Apple, que agora terá seu código aberto. O principal foco dos trabalhos da empresa na linguagem é a melhoria da coleta de dados e mensuração de erros, facilitando os testes da solução e permitindo que os aplicativos cheguem na mão dos usuários mais completos e com menos bugs.

Implementações de segurança também estão sendo feitas em todos os “kits” do iOS. Tanto em seu software da Internet das Coisas quanto naquele para veículos, e também no próprio iCloud, será possível criar perfis com níveis diferentes de proteção das informações, dando ainda mais controle ao usuário sobre o que está sendo trafegado pela rede. É uma bela adição levando em conta que um dos focos do sistema operacional da Apple é permitir que tudo seja controlado à distância.

As adições não comentadas pela empresa estão na imagem acima e também não devem demorar muito para estar nas suas mãos. O iOS 9 tem lançamento marcado para o outono norte-americano, ou seja, entre os meses de setembro e novembro deste ano. Os desenvolvedores, porém, já têm acesso ao sistema operacional, enquanto os usuários mais interessados poderão utilizar uma versão Beta a partir do mês que vem.

Fonte: Apple, CNET

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.