WWDC 2015: Apple apresenta iOS 9

Por Felipe Demartini | 08 de Junho de 2015 às 14h42

Foi em clima de show que a Apple começou seu keynote principal no WWDC 2015, na tarde desta segunda-feira (08). Apesar das piadas que iniciaram a apresentação, porém, era por causa das novidades para os sistemas operacionais da empresa que todos estavam ali, e pelo menos no caso do iOS, a companhia não deixou a desejar. Como já era esperado, tivemos uma nova versão do sistema operacional mobile da Maçã, com novidades que, da forma que é usual, geraram palmas da plateia.

E, como sempre, a apresentação tratou mais de confirmar rumores do que, efetivamente, de revelar coisas novas. Logo de início, a empresa já confirmou uma das mudanças comentadas antes mesmo do WWDC 2015 e começou falando da Siri, a assistente de voz que, segundo a empresa, se tornou 40% mais precisa às solicitações dos usuários no último ano.

Apesar disso, o grande destaque inicial da apresentação foi o Proactive, sistema que chega para ser uma alternativa ao Google Now e vai cruzar todo tipo de informação disponível no aparelho, de forma a se tornar um assistente ainda mais completo. Assim, é possível, por exemplo, receber um convite e, rapidamente, atualizar a agenda, indicar o trajeto até o local do evento e até mesmo reconhecer telefones a partir de mais fontes do que a própria agenda.

Proactive

A busca também recebeu incrementos baseados no Proactive. Com base no que está agendado, nos aplicativos mais usados pelo usuário e, principalmente, nos seus hábitos, o iOS é capaz de exibir sugestões de contatos, locais para almoçar ou filmes para assistir, apenas para listar alguns exemplos. A pesquisa também ganhou uma API para desenvolvedores, que agora, poderão permitir que informações internas dos softwares também façam parte disso.

Apesar de tudo isso, a Apple ressaltou sua preocupação com a segurança, garantindo que os serviços do Proactive não serão associados ao iCloud nem a nenhum outro serviço de computação na nuvem. A ideia é garantir que tudo esteja nas mãos do próprio usuário e disponível apenas no próprio aparelho, para que ele mesmo possa escolher o que fazer com a ferramenta.

Foco na produtividade

Quem tem iPad sabe que o equipamento pode ser uma ótima ferramenta de trabalho, mas tem suas limitações. A Apple também sabe disso e, como parte de seu foco renovado no mercado corporativo, apresentou uma série de novidades exclusivamente para o iPad, trazendo as tão pedidas funções de multitasking para o dispositivo com o objetivo de melhorar a produtividade de seus usuários.

Multitasking iPad

A grande novidade é a possibilidade de rodar mais de um aplicativo ao mesmo tempo na tela. Dá para dividir o display, com o tamanho desejado pelo usuário, entre duas aplicações diferentes ou colocar um vídeo em primeiro plano sobre todos os outros softwares. Assim, por exemplo, essa cobertura da WWDC 2015 seria muito mais fácil, já que poderíamos acompanhar as novidades da Apple por meio do streaming ao mesmo tempo em que trabalhamos neste texto diretamente do iPad.

Melhorias na utilização da bateria também estão chegando aos modelos mais recentes de tablet, com o objetivo de entregar uma hora adicional de autonomia aos dispositivos. Mudanças na segurança e na disponibilidade de atualizações pela rede sem fio também estão sendo feitas, de forma a reduzir o tamanho do update e facilitar o processo para todos os aparelhos compatíveis.

Pequenos notáveis

Como já era esperado, também, a Apple apresentou melhorias no Maps, seu aplicativo proprietário de localização. De forma a garantir um aumento mais do que necessário no número de usuários e afrontar a concorrência, a empresa está incrementando o aplicativo para não apenas auxiliar motoristas, mas também pedestres.

A ideia, aqui, é dar direções que incluam o transporte público, mas não apenas em termos de itinerário, mas também com indicações da entrada mais próxima de uma estação de metrô ou a quantos metros se está do destino. Com uma integração com a Siri, o software será capaz de entregar informações também pelos fones de ouvido e levar os usuários que andam a pé de um lugar a outro de forma tão intuitiva quanto de carro.

Apple News

Falando em afrontar a concorrência, a Maçã apresentou também o News, sua opção para curadoria de conteúdo informativo. A partir de parceiros de produção de artigos e notícias, o usuário pode escolher suas fontes preferidas e ter acesso a um feed personalizado de informações, de uma forma bastante semelhante ao Flipboard, por exemplo.

A ideia de apostar em parceiros de produção tem a ver com o design, uma vez que a Apple quer entregar o que diz ser “a melhor experiência de leitura mobile”. Com isso, reportagens especiais terão um layout criado especialmente para o News, com animações, vídeos e imagens que se encaixam perfeitamente ao dispositivo usado pelo usuário.

Casa, carros e saúde

A Internet das Coisas e os aplicativos focados em saúde e veículos são uma das novas ondas do mundo da tecnologia e, claro, não foram esquecidos durante a WWDC. Durante o keynote, porém, a Apple falou apenas rapidamente de suas soluções para estes segmentos, entregando pequenas novidades e adições aos softwares.

Novos parceiros estão entrando na onda do Homekit, que agora, permitirá que os usuários controlem a própria casa à distância, mesmo que não estejam presentes nela. Será possível, por exemplo, abrir janelas e controlar a temperatura antes mesmo de chegar, de forma a ter um ambiente agradável nos momentos de descanso.

Carplay

O Carplay, software da Apple que se integra aos veículos, também passa a funcionar da mesma forma, e permitirá que o utilizador tenha acesso aos controles dos carros mesmo fora deles. Por fim, o Healthkit receberá novos sistemas para acompanhamento de funções corporais, dando aos praticantes de exercícios e médicos novos parâmetros para os cuidados com a saúde.

Para substituir a carteira

Durante o kaynote, a Maçã reservou um tempo para falar sobre o Apple Pay. O grande assunto foi a adição de novos parceiros para o sistema de pagamentos, como times de basquete da NBA, e uma união com a Square, uma das principais provedoras de softwares para pontos de venda dos EUA, de forma a garantir que mais estabelecimentos possam usufruir da novidade.

Com a entrada de outros nomes como Pinterest e a chegada do Apple Pay ao Reino Unido, já existe mais de um milhão de estabelecimentos compatíveis com o sistema. Nos países em que está disponível, 70% dos cartões já são aceitos na plataforma e a ideia é aumentar ainda mais esse número no futuro próximo.

Apple Pay

A ideia de integração entre plataformas também apareceu aqui com o anúncio do Wallet, a nova forma do Passbook. Agora, além de concentrar ingressos e cartões de fidelidade, o aplicativo será integrado ao Pay de forma a, efetivamente, deixar a carteira física de lado, nas palavras da própria Apple.

Todos amam o iOS

Como sempre, a Apple também aproveitou a oportunidade para alfinetar o Google, seu principal rival no mundo mobile. De acordo com a empresa, 83% dos aparelhos que rodam iOS hoje já estão funcionando com a mais recente versão do sistema operacional, contra apenas 13% no Android.

iOS X Android

Para a empresa, é uma forma de, mais uma vez, mostrar que o iOS se configura como o melhor ecossistema para os desenvolvedores, oferecendo o maior potencial de acesso às mais recentes soluções. Assim, para a Apple, produtores de software podem criar soluções sabendo exatamente qual será o alcance delas, e sem segregar uma bela parcela dos usuários.

E quando terei acesso a tudo isso?

Essa pergunta, claro, foi respondida ao final da apresentação. Os desenvolvedores terão acesso a uma versão Beta do iOS 9 assim que o keynote da Apple terminar, enquanto em julho, os usuários terão acesso, pela primeira vez, a uma versão preliminar do sistema operacional.

iOS 9 aparelhos

A plataforma chega em sua versão final entre o final do terceiro trimestre e o começo do quarto. Pela primeira vez em muito tempo, também, nenhum aparelho será deixado para trás – todos aqueles que suportam o iOS 8 também poderão ser atualizados para a nova versão, uma boa notícia para quem usa equipamentos da Apple mais antigos.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.