iOS 15.2 vai contar se as peças do seu iPhone são originais

iOS 15.2 vai contar se as peças do seu iPhone são originais

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 09 de Dezembro de 2021 às 15h37
Alveni Lisboa/Canaltech

A Apple liberou o iOS 15.2 para os iPhones com uma adição voltada para analisar reparos nos aparelhos rodando o sistema. As configurações terão uma guia especial para exibir o histórico de peças e serviços feitos no dispositivo e um mecanismo de checagem se os componentes são originais.

Essa adição é uma grande notícia para quem deseja comprar um telefone usado, pois permite verificar se houve a substituição de alguma peça original ou falsificada. Para economizar, muita gente leva seus aparelhos em assistências técnicas não autorizadas, que podem colocar componentes paralelos que prejudicam o funcionamento do celular.

Essas são as telas do recurso que vai denunciar se foram usadas peças piratas no reparo do iPhone (Imagem: Reprodução/Apple)

Após atualizar o iOS, você pode conferir o novo recurso em Ajustes > Geral > Sobre e localizar a opção "Peças e Histórico de Serviço". A seção só estará disponível se o iPhone já tiver passado por algum reparo anterior, caso contrário não haverá nada.

O nível de detalhes sobre a assistência técnica vai variar conforme a versão do iPhone:

  • iPhone‌ XR, XS, XS Max, iPhone SE (2ª geração) e posterior, exibirá dados sobre bateria substituída;
  • iPhone 11, iPhone 12 e modelos de iPhone 13, dirá se bateria e a tela foram trocadas;
  • Certos modelos ‌iPhone 12‌ e ‌iPhone 13‌ vão mostrar quando a bateria, o visor ou a câmera foram mudados.

Se uma correção foi feita com peças e ferramentas genuínas da Apple, os reparos terão uma lista de "Peça genuína da Apple" ao lado do componente reparado. Quando a troca for feita por algo não original, será exibida a mensagem "Parte desconhecida". Esse segundo rótulo também valerá para casos de peças reaproveitadas, instaladas em outro iPhone antes (mesmo que original), ou se o componente não funcionar como esperado.

Esses alertas não mudarão em nada a capacidade de uso do iPhone, da bateria, da tela ou da câmera. As informações coletadas serão armazenadas apenas no dispositivo e poderão ser solicitadas pela Apple quando a pessoa for fazer algum serviço oficial, para análise de segurança ou melhorar produtos futuros.

Face ID volta a funcionar no iPhone 13

O histórico de peças e serviços chega com uma correção para modelos de iPhone 13 que desabilitavam o Face ID após troca de tela quebrada. Se a loja não fosse licenciada pela Apple, a pessoa não conseguiria usar o recurso de desbloquear telefones apenas com o rosto, um baita prejuízo para quem investiu no telefone da companhia.

Essa medida da Maçã foi duramente criticada pelos profissionais que lidam com reparos, pois limitava bastante a atuação e deixava os clientes insatisfeitos. A gigante do iPhone prometeu uma correção de software que chegou agora: você pode reparar sua tela onde preferir, porque o iOS 15.2 removeu o requisito de emparelhamento exigido durante a troca.

Apple já impôs restrições para quem fazia reparos no iPhone 13 e iPhone 12 fora da assistência técnicas autorizada (Imagem: Eric Mockaitis/Canaltech)

Antes disso, a companhia havia imposto restrições ao reparo para o Touch ID, True Tone e câmeras no iPhone 12, mas também precisou retroceder após a reação adversa da comunidade. Assim, decidiu por apenas trazer a informação sobre a originalidade nos componentes diretamente no software do aparelho, sem impactar nas funcionalidades do hardware.

A Apple tem planos para lançar um programa de reparo baseado em autoatendimento no qual o próprio usuário pode fazer ajustes no seu dispositivo. A ideia é que tudo seja feito com base em manuais de instruções e componentes fornecidos pela Apple, mas que evitaria uma ida ao técnico para quem possui conhecimento e confiança em mexer no interior do próprio iPhone.

Fonte: Apple  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.