Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

YouTube chega a 100 milhões de assinantes pagos

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 02 de Fevereiro de 2024 às 10h24

Link copiado!

Szabo Viktor/Unsplash
Szabo Viktor/Unsplash
Tudo sobre YouTube

O Google comemorou nesta quinta-feira (1º) a marca de 100 milhões de assinantes do YouTube — combinadas aí adesões a Premium e YouTube Music. As duas plataformas, hoje, representam um negócio de cerca de US$ 15 bilhões anuais para a companhia, de acordo com a mais recente divulgação de resultados financeiros da gigante.

Na visão do diretor de negócios do Google Philipp Schindler, os resultados são positivos e mostram um "crescimento consistente". Ainda que a empresa seja avessa a divulgar números com frequência, a marca desta semana representa um aumento considerável em relação aos 80 milhões de assinantes que o YouTube Premium tinha em novembro de 2022, quando a companhia falou no assunto pela última vez.

Acima disso, na visão de Schindler, os assinantes dos pacotes disponibilizados pela plataforma estariam entregando “mais valor” à empresa e seus parceiros do que aqueles que permanecem vendo propagandas na plataforma. Isso inclui, segundo ele, não só os anunciantes, mas também músicos, criadores de conteúdo e parceiros de mídia.

Continua após a publicidade

Todos também recebem uma fatia do bolo, já que mesmo sem anúncios sendo exibidos, as visitas realizadas pelos assinantes seguem monetizadas. A ausência de propagandas, aliás, é um dos destaques da oferta do YouTube Premium, que também adiciona recursos extras à experiência com o site de vídeos e o serviço musical.

YouTube Premium funciona em 100 países

O Brasil é um dos territórios em que a assinatura Premium do YouTube está disponível. Além da reprodução de vídeos e músicas sem anúncios, os assinantes podem continuar ouvindo conteúdos mesmo com a tela do celular desligada ou transferir a reprodução de um dispositivo para outro de forma direta.

Recursos de IA generativa, o grande assunto da indústria da tecnologia atual, também estão em testes e envolvem a organização de comentários e a ajuda na busca por conteúdos a partir de um chatbot. Funções que incentivam a descoberta de músicas e artistas novos também fazem parte do pacote.

Por aqui, a assinatura do YouTube Premium custa R$ 21,90 ao mês ou R$ 219 por um ano. Planos familiares saem a partir de R$ 34,90, para serem divididos por até cinco pessoas que moram na mesma casa, enquanto opções para estudantes têm o preço reduzido pela metade, R$ 10,90 ao mês.