Single Sign-On: como funciona o login único para vários sites

Por André Lourenti Magalhães | 04 de Setembro de 2020 às 18h10
Jan Vasek/JeShoots

O Single Sign-On, ou SSO, é uma forma de autenticação que permite o acesso a diferentes aplicativos e plataformas utilizando um só cadastro. Em tradução livre para o português, seu nome significa "Acesso único", e resume a proposta. É uma medida muito utilizada em meios digitais e que agiliza processos para a experiência do usuário.

Um dos principais exemplos de uso do Single Sign-On é o Google. Ao fazer o login com sua conta, é possível usufruir de todos os serviços da empresa com o mesmo cadastro. Por isso, a conta no YouTube é a mesma do Gmail, do Google Drive e outras funcionalidades. Saiba mais sobre o método!

Single Sign-On: como funciona

Google utiliza uma única conta para acessar seus serviços (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

A ideia do Single Sign-On é simples: interligar diversos sites e serviços com uma só forma de cadastro. O login é feito em uma plataforma que se conecta com os outros sites e aplicativos, fornecendo os cookies de autorização. A cada acesso em um site, esses cookies são validados e o acesso é liberado sem a necessidade de outra tentativa de login. Dessa forma, o SSO requer apenas uma única autenticação. O acesso só é exigido novamente ao limpar os cookies, trocar o navegador ou usar um dispositivo diferente.

Ao acessar a conta do Google, por exemplo, o usuário é redirecionado para uma página de endereço "https://accounts.google.com/". O Google Accounts é o serviço utilizado pela empresa para realizar o Single Sign-On, validando o acesso em todas as suas plataformas.

Single Sign-On: exemplos populares

Spotify permite o acesso usando contas de outros serviços, como Apple e Facebook (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

O uso do SSO torna-se cada vez mais comum no dia-a-dia. A Apple, por exemplo, utiliza o ID Apple para acessar iCloud, iTunes e outros demais serviços da empresa. A Amazon também possui o "Login with Amazon", que permite o acesso ao site da empresa, Prime Video, Amazon e sites de terceiros.

Outro caso recorrente de SSO envolve os cadastros utilizando redes sociais. Já tentou se cadastrar em uma plataforma que ofereceu a possibilidade de registro usando o Facebook? Essa também é uma forma de validação por SSO, já que o acesso a esse site será validado enquanto as credenciais da rede social estiverem ativas no navegador.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.