Gap lança coleção NFTs com acesso a moletons exclusivos de Frank Ape

Gap lança coleção NFTs com acesso a moletons exclusivos de Frank Ape

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 13 de Janeiro de 2022 às 17h44
Reprodução/Frank Ape

A Gap, famosa marca de roupas, é a próxima companhia do mundo da moda a entrar no mundo dos tokens não fungíveis (NFTs). A empresa deve lançar uma coleção digital produzida em colaboração com o artista Brandon Sines, de Nova York, na blockchain de código aberto Tezos. Sines é criador do desenho animado Frank Ape e já havia produzido uma coleção de moletons da Gap.

Os colecionáveis digitais terão quatro níveis de raridade que influenciarão no preço: comum, raro, épico e único. Os compradores de NFTs do nível épico receberão também um moletom físico exclusivo da parceria Gap x Frank Ape. Já os compradores de tokens comuns e raros poderão comercializar livremente suas artes ou "desbloquear" a capacidade de dar um upgrade para o NFT épico.

Estes são alguns dos modelos de NFTs da Gap que podem ser cunhados (Imagem: Reprodução/GAP)

As vendas devem começar a partir desta quinta-feira (13) e custarão 2 XTZ (cerca de R$ 52), moeda nativa da rede Tezos, para realização das transações. Já os NFTs do tipo raro só começam a ser vendidos no próximo dia 15 de janeiro e devem custar cerca de 6 XTZ (cerca de R$148). Os mais raros que podem ser comprados, de nível épico, só serão desbloqueados a partir do dia 19 de janeiro pelo preço de 100 XTZ (cerca de R$ 2.485).

Como funcionará o upgrade para tokens épicos

Quem comprar os tokens básicos e raros, mas quiser trocar para um de maior raridade, para ganhar o moletom, por exemplo, poderá fazê-lo por meio de um sistema de gamificação. Quem comprar quatro itens da coleção comum e duas raras poderá fundi-los para criar uma "edição comemorativa", que desbloqueia o acesso para comprar os NFTs épicos.

Não há como adquirir o token épico diretamente, portanto, para ter o moletom, você precisaria desembolsar cerca de R$ 3 mil, somados os custos dos seis NFTs mais o preço do token épico. Ainda não está claro se a empresa de moda pretende enviar os moletons para qualquer parte do mundo, portanto há o risco de um brasileiro ganhar o prêmio e não poder retirá-lo.

A única forma de obter o NFT épico e o moletom físico é passando pelas etapas anteriores para fundir os tokens comuns e raros (Imagem: Reprodução/Gap)

A forma de comercialização do NFT único, chamado "One of a Kind", ainda permanece um mistério: sabe-se apenas que será leiloado a partir de 24 de janeiro. Embora ele não traga nenhum outro benefício extra, o diferencial será o caráter de exclusividade, o que pode conferir-lhe um preço muito elevado.

Gap e os NFTs

Esta é a primeira investiga da Gap no mundo dos NFTs, mas não deve ser a última. A companhia já disse que pretende aprender mais sobre seus clientes e como eles podem se envolver em um mundo totalmente digital. A opção pela blockchain da Tezos é pela promessa de uma rede limpa, sem emissões de carbono e com foco em sustentabilidade.

Rivais da empresa no segmento, já fizeram suas incursões com sucesso no mundo das artes digitais. A Adidas, por exemplo, lançou recentemente uma coleção que permitiu o faturamento de R$ 125 milhões apenas com a venda de NFTs. Já a Nike pretende ir além e adentrar de cabeça no metaverso, com a oferta de roupas, tênis e acessórios em ambientes virtuais.

Fonte: Gap  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.