Essas são as melhores dicas para você fazer videoconferência usando o celular

Por Ariane Velasco | 03 de Junho de 2020 às 14h30
Reprodução

Usar seu celular para uma videoconferência pode ser uma maneira bem útil de se conectar com colegas de trabalho durante reuniões, falar com parentes e contar novidades para amigos, tudo sem precisar sair de casa.

Existem diversos truques para videoconferências no celular que podem otimizar ainda mais suas reuniões e evitar que problemas técnicos ocorram durante as chamadas. Em tempos onde as videochamadas são a maneira mais comum de se manter conectado com o resto do mundo, o conforto e a boa qualidade da imagem e do som podem garantir boas horas na frente do celular. Confira.

Escolha um bom aplicativo

Existem diversos aplicativos diferentes que, basicamente, prometem o mesmo: realizar videoconferências pelo celular. No entanto, nem todos são iguais em qualidade, ou simplesmente existem alguns que podem agradar mais do que outros.

Os quesitos a serem observados são: número máximo de pessoas por chamada, velocidade (que depende também de sua conexão com a internet), praticidade, leveza e, é claro, se o aplicativo é seguro.

Atualmente, as opções mais utilizadas têm sido o Google Hangouts (ou Google Meet), o Skype, o Google Duo e o Zoom. No entanto, existem diversas outras opções que incluem até mesmo redes sociais já conhecidas, como o WhatsApp (Android | iOS) e o Facebook Messenger (Android | iOS). No entanto, elas se aplicam melhor a conversas entre duas pessoas, enquanto os primeiros aplicativos são mais úteis para videoconferências entre 3 ou mais - o que inclui reuniões de trabalho e videoaulas.

Videoconferência no celular: apps como o Google Duo e o Skype são essenciais (Imagem: reprodução/Pixabay)

Preocupe-se com a qualidade da imagem

Um bom cenário, uma boa luz e o enquadramento adequado pode ser cruciais na hora de realizar uma boa videoconferência - especialmente se ela for uma reunião de negócios. Lembre-se sempre de verificar o cenário atrás de você e dê preferência para ambientes com menos informação. O Zoom pode ser uma boa opção de aplicativo nesse caso, uma vez que permite utilizar um fundo falso durante sua videoconferência.

Além disso, nunca se esqueça de verificar se a luz está voltada para o seu rosto. Se a videoconferência pelo celular for de dia, é válido utilizar a luz natural das janelas. Já, caso ela ocorra já durante a noite, utilize um abajur ou uma luminária de mesa - itens que podem fazer toda a diferença.

Tente enquadrar o vídeo de modo que seu rosto possa ser visto inteiramente, mas tente não chegar muito perto da câmera. Um bom enquadramento pode fazer bastante diferença na hora de interagir com outras pessoas no vídeo.

O som é fundamental

Durante uma videoconferência pelo celular, é essencial que quem está falando possa ser ouvido - o que inclui tanto você quanto os demais participantes. Por isso, certifique-se de que seu ambiente seja silencioso, para que você possa ouvir e ser ouvido sem interrupções ou ruídos extras. Procure desligar televisões e fazer sua videoconferência pelo celular em um ambiente longe do quintal a fim de evitar o barulho do trânsito.

Que tal um suporte para o celular?

Está fazendo uma videoconferência no celular com amigos ou familiares, mas não pode ficar segurando o aparelho o tempo inteiro? Coloque seu celular em um suporte e sinta-se livre para continuar usando seu computador ou realizando qualquer outra tarefa - você também pode posicionar o suporte com o celular perto do sofá ou poltrona para maior conforto.

Videoconferência no celular com familiares? Use um tripé para posicionar o celular! (Divulgação/Commerce Brasil)

Silencie o microfone quando necessário

Ninguém merece uma videoconferência pelo celular cheio de ruídos, não é mesmo? Caso você esteja falando com mais de uma pessoa, experimente silenciar o microfone quando não estiver dizendo nada e peça para que os demais façam o mesmo. O resultado é uma videoconferência livre de interrupções e, consequentemente, muito mais dinâmica.

Durante videoaulas, é claro, todos os microfones devem permanecer desligados enquanto a explicação do professor está acontecendo - é uma questão de etiqueta colaborar para o bom funcionamento da chamada.

Mantenha o aplicativo para videoconferência sempre atualizado

É claro que, para um bom funcionamento de sua videoconferência, é imprescindível que o seu aplicativo esteja atualizado. Isso evita que aconteçam erros durante a chamada e até mesmo que você não tenha acesso às mesmas ferramentas que o restante das pessoas na reunião.

Evite usar muitos aplicativos ao mesmo tempo

Para garantir o bom funcionamento de sua videoconferência, evite usar muitos aplicativos em seu smartphone ao mesmo tempo - especialmente apps de streaming de vídeos. O mesmo vale para atualizações: certifique-se de que não existe nenhuma acontecendo no momento de sua chamada.

Jogos online também devem ser evitados nesse período, uma vez que eles podem “sobrecarregar” sua rede e, consequentemente, fazer com que o vídeo trave.

O excesso de aplicativos pode atrapalhar sua videoconferência (Imagem: reprodução/Pixabay)

Se possível, use efeitos

Aplicativos como o Google Duo e o Zoom permitem dar um “tapa” no visual através de efeitos que melhoram a aparência ou a deixam mais divertida - o que é ideal para videoconferências em família. Sempre que possível - e, é claro, viável - use os seus favoritos para dar mais leveza à chamada.

Use legendas

Se, durante uma videoconferência no celular, você sentiu dificuldades para compreender o que a outra pessoa está falando, tente usar legendas! Sim, isso é possível: o aplicativo que permite ter acesso a essa ferramenta é o Skype.

Para ativar as legendas, é só acessar o menu “Chamada” e selecionar a opção “Legendas de chamada”. Já, para ativá-las durante uma videoconferência no celular, é só acessar o botão “Mais” e tocar em “Ativar legendas”.

Recorra ao chat quando necessário

É claro que nem sempre as videoconferências ficam, de fato, só no vídeo. Por isso, sempre que necessário você pode utilizar o chat - presente nos aplicativos de chamadas - para enviar links de assuntos comentados, imagens ou até arquivos para os demais participantes. A dica também vale para quem não tem como utilizar o microfone, mas mesmo assim quer conversar.

Quais dessas dicas você já colocou - ou costuma colocar - em prática durante suas videoconferências no celular? Conte pra gente nos comentários.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.