Como planejar, gravar e editar uma videoaula usando aplicativos no seu celular

Por Matheus Bigogno Costa | 07 de Maio de 2020 às 20h00

Após a quarentena decretada por conta do novo Coronavírus (COVID-19), diversas instituições de ensino optaram por migrar suas atividades para ambientes online, utilizando ferramentas de ensino a distância. A mudança brusca do ambiente de sala de aula para o ambiente virtual impactou diretamente na rotina dos professores.

Com todo este período de mudanças, gravar aulas online pode ser uma tarefa difícil e nova para diversos profissionais. Por isso, separamos uma lista dos melhores apps que vão te ajudar a organizar e produzir melhor as suas aulas online neste período de quarentena.

Assim como uma aula presencial, uma aula online também precisa de um bom planejamento. Muitos professores não estão seguindo os horários que estariam seguindo se estivessem dentro de sala de aula, portanto, é imprescindível organizar anotações e ter uma agenda para se preparar para aulas ao vivo ou gravadas.

Faça anotações e organize sua agenda

Evernote

O aplicativo Evernote (Play Store ou App Store) é uma das ferramentas mais conhecidas e aplicadas por alunos para organização de seus estudos. Porém, os professores também podem utilizar o aplicativo para complementar suas notas de aulas com documentos, áudios, fotos e até mesmo artigos da internet.

E um ponto forte do aplicativo é que estas notas de aulas podem ser compartilhadas com os alunos, pois ele tem à disposição um chat que permite que os alunos debatam e tirem dúvidas sobre a matéria. A plataforma permite um canal aberto entre todos os usuários e valoriza o estudo em grupo.

Google Agenda

Com a mudança da rotina, diversos professores estão com a agenda um pouco confusa nesta época de quarentena. Existem aqueles que estão gravando, transmitindo aulas, mas, também existem aqueles que têm que postar os conteúdos nas plataformas para que seus alunos acessem.

Com um cronograma apertado, precisando preparar aula, gravar, entrar em salas de videoaulas e um alto fluxo de produtividade, o Google Agenda (Play Store ou App Store) pode ser uma ferramenta essencial para aqueles que querem dar conta de todo o processo.

O Google Agenda pode ajudar a organizar as aulas online e a rotina dos professores (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Grave vídeo ou capture áudio

Para os profissionais que querem gravar aulas em formato de vídeo, ou até mesmo em formato de áudio, existem diversos aplicativos capazes de auxiliar nestas tarefas. As ferramentas são capazes de produzir vídeos e áudios que são facilmente compartilháveis em redes sociais ou que podem carregados na nuvem.

VideoShow

O aplicativo VideoShow (Play Store ou App Store) é uma poderosa ferramenta que permite gravar e editar vídeos. O app é capaz de integrar fotos, vídeos, músicas e textos, além de permitir um formato de edição simples.

Ele possui diversos templates, mas permite que os usuários criem o seu próprio formato. A opção de “Super Câmera” ainda permite que os usuários possam gravar seus próprios vídeos utilizando o app. Ao finalizar a edição, ele permite que o arquivo seja exportado direto para redes sociais ou para o celular, em um formato de sua escolha.

O VideoShow ou o Audio Recorder são excelentes opções para gravarem vídeo ou áudio (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Audio Recorder

Diversos professores estão lidando com realidades diferentes. Não são todos os alunos que conseguem ter acesso à internet, ou, se conseguem, não possuem pacote de dados que permitam que eles assistam a aulas gravadas ou que foram transmitidas ao vivo.

Por isso, o Audio Recorder (Play Store ou App Store) pode ser uma opção para levar o conteúdo das aulas para todos os seus alunos. Ele grava áudios em formatos que podem ser facilmente compartilhados em redes sociais, como o WhatsApp, por exemplo, aumentando a acessibilidade do conteúdo.

Edite seus vídeos com qualidade

Para os professores que fizeram transmissões ao vivo ou gravaram suas aulas, é preciso analisar se é preciso editar alguma fala, cortar silêncios ou inserir indicadores visuais. Para esta ação, existem diversos aplicativos gratuitos de edição de vídeo que são acessíveis e podem ser utilizados diretamente no celular.

InShot

O InShot (Play Store ou App Store) é uma ferramenta de edição gratuita de vídeos que tem um design acessível para os usuários que não possuem amplo conhecimento de edição. Assim, o app permite que os professores não precisem gastar muito tempo com a edição de seus vídeos.

Apesar de ter diversos efeitos disponíveis para Instagram e outras redes sociais, o editor permite adicionar efeitos, legendas, imagens, trilhas sonoras e, ainda por cima, ocupa pouco espaço de armazenamento no celular (pouco mais de 50 MB).

Para os usuários que já possuem vídeos gravados, o InShot é uma opção gratuita de edição de vídeo (Captura de tela: Matheus Bigogno)

KineMaster

O KineMaster (Play Store ou App Store) é um aplicativo de edição de vídeo desenvolvido para profissionais, mas, também tem uma grande acessibilidade para editores amadores. O programa permite editar várias camadas diferentes de vídeos, imagens, texto, faixas de áudio, além de ter diversas possibilidades de transições e filtros.

Um dos recursos que é o diferencial do app e que pode ser de grande utilidade para educadores é o “handwriting layer”, que permite adicionar uma camada que pode ser escrita e editada à mão. O recurso é útil caso os professores queiram utilizar esta camada para escrever a matéria enquanto ministram as aulas.

Com estas ferramentas e apps, agora você pode produzir, planejar, gravar áudios, vídeos, editá-los e ainda pode ter diversas ferramentas para consolidar o conhecimento de seus alunos. Se você utiliza estas ou outras ferramentas, deixe suas experiências nos comentários abaixo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.